O rapper Projota tem projeção nacional na carreira musical, e foi um dos nomes favoritos do Big Brother Brasil no início desta edição, assim que foi apresentada a relação dos confinados.

O Brother está no paredão desta terça-feira, 2, ao lado de Arthur e Lumena. Este é o quinto paredão do programa, e o rapper pode ser um dos mais rejeitados pelo público nesta votação por ter uma postura criticada pelos espectadores que acompanham o programa.

O blog listou pelo menos três apresentações que o músico fez em Blumenau na última década. A primeira delas, em 2010, foi logo no início da carreira. Projota teria acabado de lançar o álbum “Projeção”, o segundo da carreira.

“A celebridade da noite não tinha nada de celebridade. Projota caminhava no meio da galera, trocava ideia, autografava as mixtapes, tirava foto, enfim, humilde como a humildade retratada em suas músicas”, descreve Guilherme Junkes, do blog Vai Ser Rimando.

Em 2017 e 2018 o cantor esteve na cidade novamente, no Parque Vila Germânica e no Rivage respectivamente. Esse período vem de encontro com um dos principais momentos da carreira do cantor, após ter lançado o álbum “3Fs” com o consagrado “Muleque de Vila”.

Conversamos com Leopoldo Kemmerich, produtor do Grupo Maria’s, empresa responsável por promover um dos shows de Projota em Blumenau.

Foi num festival ao lado das bandas Raimundos, Dazaranha, Oh Jah Jah e Santograau que o rapper paulista subiu no palco do Parque Vila Germânica em 12 de agosto de 2017.

André Groh: Como foi a repercussão do show na época?
Leopoldo Kemmerich: Entre todas as apresentações que tivemos naquela noite, a do Projota foi a que teve maior repercussão. O público ficou muito satisfeito com o show dele.

A.G.: Como foi o show de Projota?
L.K.: O evento foi um mini festival onde diversos artistas se apresentaram. O show dele foi sem dúvidas o de maior expectativa do público.

A.G.: Qual foi o tratamento do rapper com a equipe?
L.K.: Normalmente poucas pessoas da equipe tem acesso diretamente ao artista, e as que tiveram foi um tratamento dentro do previsto. Ele atendeu o público que tinha sido previamente combinado com a produção. Ele é um artista reservado.

A.G.: Como você avalia a situação do Projota no BBB?
L.K.: Eu, como boa parte dos espectadores, esperara uma postura diferente. Tem se mostrado com uma postura muito distante do que prega nas suas músicas. Em vários momentos se comportou de uma maneira desrespeitosa.

A.G.: Contrataria novamente para algum evento?
L.K.: Minha vontade de imediato é dizer que não, porém minha índole diz que todos merecemos uma segunda chance. Acredito que quando sair, ele vai rever algumas falas e atitudes, e repensar todas as questões que seus próprios fãs desgostam.

Deixe uma resposta