Após confusão, vereadores aguardam volta do prefeito para eleger presidente da Câmara

Retorno de Mário Hildebrandt permitirá que Marcos da Rosa reassuma cadeira no Legislativo

Após confusão, vereadores aguardam volta do prefeito para eleger presidente da Câmara

Retorno de Mário Hildebrandt permitirá que Marcos da Rosa reassuma cadeira no Legislativo

Bianca Bertoli

Os vereadores de Blumenau elegerão a nova presidência da mesa diretora somente na próxima semana. Segundo o presidente em exercício, Almir Vieira (PP), após uma conversa com todos os parlamentares foi decidido retirar o assunto da pauta da sessão desta quinta-feira, 6.

Vieira não confirma o dia da eleição, mas o prazo final é a quinta-feira, 13, quando haverá a última sessão ordinária antes das férias do Legislativo. De acordo com ele, a Casa esperará a volta do presidente, Marcos da Rosa (DEM), para que todos possam votar.

Atualmente Rosa substitui o prefeito Mário Hildebrandt (PSB), que está em férias. Ambos retornam aos postos originais na segunda-feira, 10.

Nesta terça-feira, 4, houve uma tentativa de votação, convocada por Vieira, um dos interessados no cargo. O movimento provocou surpresa e sugeriu que Vieira tinha os votos para vencer a disputa. Ele nega que esse tenha sido o motivo:

“Simplesmente foi o ato de uma conversa com mais de dez vereadores que acharam que deveria fazer a eleição já naquele dia para dar uma independência ao Parlamento”, justificou.

Impasses

Porém, uma série de impasses travou a votação. Primeiro, o PSDB tirou Sylvio Zimmermann da liderança do bloco que une os tucanos e o DEM no Legislativo. Sem a indicação do partido, Zimmermann não poderia fazer parte da chapa de Almir Vieira na Mesa Diretora.

“Infelizmente, ao pé da letra da lei, o PSDB agiu, na minha opinião, de uma forma legal, porém, imoral”, critica Vieira.

Depois, tentativas de inscrever uma chapa liderada por Bruno Cunha (PSB) foram questionadas. Primeiro, pela inscrição supostamente fora do prazo. Depois, pela dupla inscrição de Zimmermann, que também apareceu na chapa opositora.

Negociações

Após o fim da sessão de terça, cogitou-se formar uma chapa de consenso, somente com vereadores que não apresentaram candidatura até aqui. Porém, até o retorno de Hildebrandt e Marcos da Rosa, as negociações ocorrem mais lentamente.

“Talvez ele (Mário Hildebrandt) possa ser mediador de uma conversa que abranja todos os lados. É importante a presença dele”, reconheceu Vieira.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo