Blumenau terá estrutura para facilitar relacionamento com outros países

Projeto de lei tem a finalidade de atribuir à Fundação Cultural de Blumenau a competência para tratar das relações internacionais e federativas da cidade, criar comitê e título de representação

Blumenau terá estrutura para facilitar relacionamento com outros países

Projeto de lei tem a finalidade de atribuir à Fundação Cultural de Blumenau a competência para tratar das relações internacionais e federativas da cidade, criar comitê e título de representação

Redação

A Câmara de Vereadores aprovou em segunda votação, na sessão ordinária desta terça-feira, 28, o projeto de lei complementar que tem a finalidade de atribuir à Fundação Cultural de Blumenau a competência para tratar das relações internacionais e federativas da cidade. O projeto também propõe criar o Comitê Municipal de Relações Internacionais (Comuri) e o título de Representante Honorário da Cidade de Blumenau.

Nessa perspectiva, a Fundação Cultural passará a ter atribuição de apoio técnico a órgãos do município no relacionamento com entidades governamentais e não governamentais internas e externas. Mais especificamente na cooperação com a união, os estados e os municípios, em especial os da região metropolitana do Vale do Itajaí, assim como os entes de organizações de outros países, prestando assessoria direta em atividades de interesse da municipalidade.

Já a proposta para o Comuri é que ele seja uma extensão dos trabalhos na área das relações internacionais, atuando em conjunto com a Fundação Cultural de forma a auxiliar a criar metas, planos, propostas e diretrizes para as relações internacionais de Blumenau. O Comitê será composto por todos os cônsules honorários residentes no município e por entidades que o presidente da Fundação Cultural julgar como aptos para melhorar o trabalho neste setor.

Quanto ao título de representante honorário, a ideia é expandir as relações internacionais do município com outras cidades e auxiliar os habitantes de outras localidades sobre assuntos que envolvem Blumenau. O Comuri e o presidente da Fundação Cultural nomearão pessoas com capacidade técnica, que residem em solo estrangeiro, para realizar tal função, com base nas diretrizes e planos estipulados pelo município.

“É um avanço na nossa política de relações internacionais que influencia nos intercâmbios acadêmicos e profissionais, na troca de experiências culturais em diversas áreas e que vem, de fato, a fortalecer o município de Blumenau”, defendeu o vereador Sylvio Zimmermann (PSDB), que encaminhou a proposta em forma de anteprojeto de lei ao Executivo.

Mais notícias de Blumenau

Voluntários entregam quentinhas a moradores de rua na noite gelada de Blumenau

Ladrão furta bicicleta e ainda faz careta para câmera de condomínio

Polícia Militar de Blumenau descobre assalto ao atender acidente

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo