Encontrado corpo da segunda vítima da enxurrada na Itoupavazinha, em Blumenau

Isabel Cruz, 52 anos, foi empurrada para fora do Sandero que afundou em ribeirão

Encontrado corpo da segunda vítima da enxurrada na Itoupavazinha, em Blumenau

Isabel Cruz, 52 anos, foi empurrada para fora do Sandero que afundou em ribeirão

Evandro de Assis

O corpo de Isabel Cruz, 52 anos, foi encontrado na manhã deste domingo no bairro Itoupavazinha. Ela estava desaparecida desde o fim da tarde de sábado. Isabel era a passageira de um Renault Sandero que foi arrastado pelas águas de um ribeirão. O corpo estava a cerca de 2 quilômetros do local onde o carro sumiu sob as águas.

O trabalho de resgate foi retomado pela manhã, após ser interrompido à meia-noite de sábado. Pouco antes, por volta das 22h, as equipes de resgate haviam encontrado o corpo do marido dela, João Carlos Haskel, 59. Ele estava dentro do automóvel. Segundo o relatório dos bombeiros, os vidros dianteiros e laterais quebraram e a mulher foi empurrada para fora.

Corpo de Bombeiros/Divulgação

O veículo estava submerso na rua Osmar José dos Santos, uma via próxima ao local onde sumiu em meio à correnteza. Várias pessoas presenciaram o momento em que o Sandero foi levado, uma delas registrou a cena em vídeo.

A ponte que aparece nas imagens fica na rua Rubens Pacheco, na Itoupavazinha. No dia a dia, o córrego que passa pelo local nem de longe se parece com o rio barrento das imagens.

Segundo a prefeitura de Blumenau, foram 101 milímetros de chuva em três horas na estação meteorológica da Itoupavazinha. A média histórica para todo o mês de março na cidade é de 147 milímetros. A chuva pesada também causou alagamentos, deslizamentos e estragos em diversos bairros de Blumenau. Mas nada comparado ao que houve na Itoupavazinha.

“Nossa preocupação é com a previsão do tempo para a tarde de amanhã (domingo). A situação prevista é parecida, com chuva que pode cair a qualquer momento em qualquer região da cidade”, informou o vice-prefeito Mário Hildebrandt.

Resgate dentro de casa

Nas ruas Berta Mette e Henrique Mette, o Corpo de Bombeiros resgatou diversas pessoas que ficaram ilhadas dentro de casa durante a chuvarada. Todas foram deixadas em locais seguros e nenhuma precisou ser levada ao hospital.

Houve diversos deslizamentos na localidade. O maior deles fechou a rua Christiano Karsten, que liga a Itoupavazinha ao Testo Salto. Até 21h de sábado, 65 ocorrências haviam sido atendidas pela Defesa Civil em toda Blumenau.

Guarda de Trânsito/Divulgação

Alagamentos atingem escola e creches

Como o solo já estava molhado devido ao tempo instável dos últimos dias, diversas ruas encheram d’água em Blumenau. Houve alagamentos em pontos como a rodoviária, a rua São Paulo (esquina com Camboriú), Antônio da Veiga, Almirante Barroso e no trevo do Celeiro do Vale, na BR-470.

A água atingiu salas da Escola Básica Municipal Machado de Assis, na Itoupava Seca, e creches dos bairros Badenfurt e Itoupavazinha. De acordo com Hildebrandt, equipes da Secretaria de Serviços Urbanos vão a campo neste domingo para desbloquear vias interrompidas por quedas de barreira e limpar bens públicos atingidos.

Conforme a Celesc, mais de 15 mil unidades consumidoras ficaram sem energia na regional de Blumenau devido às chuvas. Às 6h30 deste domingo, ainda havia 1.160 imóveis sem luz na região.

 

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo