Caso Jaguar: TJ-SC rejeita novo recurso da defesa de Evânio Prestini

Famílias das vítimas aguardam julgamento há mais de dois anos

Caso Jaguar: TJ-SC rejeita novo recurso da defesa de Evânio Prestini

Famílias das vítimas aguardam julgamento há mais de dois anos

Jotaan Silva

Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Santa Catarina julgaram e rejeitaram nesta quarta-feira, 26, o recurso de embargos infringentes e de nulidade, solicitado pela defesa de Evânio Prestini, no processo do caso Jaguar. O pedido recebeu oito votos de recusa e apenas um para ter prosseguimento.

O recurso julgado nesta quarta é referente as denúncias tentativa de homicídio, devido aos ferimentos causados nas vítimas que sobreviveram. Essa foi a última decisão em âmbito estadual, porém, ainda cabe recurso no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal.

Para que o julgamento seja marcado, é necessário que não existam recursos em tramitação.

O acidente que causou a morte de Suelen Hedler da Silveira e Amanda Grabner completou dois anos em fevereiro deste ano. Desde então, o Ministério Público e os advogados da família continuam tentando agilizar o processo para que o réu vá a julgamento.

Prestini está respondendo em liberdade desde julho de 2019, quando o STJ decidiu que ele não representava um perigo à ordem pública. O Ministério Público tentou fazer com que ele voltasse à prisão, mas sem sucesso.

Leia também: 


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo