César Wolff

César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015.

“Oktoberfest é um símbolo da resiliência do povo blumenauense”

Colunista lembra que a festa iniciou como maneira de recuperar a economia e os ânimos abalados após enchentes

César Wolff

César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015.

“Oktoberfest é um símbolo da resiliência do povo blumenauense”

Colunista lembra que a festa iniciou como maneira de recuperar a economia e os ânimos abalados após enchentes

César Wolff

A Cidade e a Festa

Chegamos a mais uma Oktoberfest, a 36ª da edição em Blumenau, com um público de 36 mil pessoas já no seu primeiro dia de folia. A festa é uma marca dos blumenauenses e sela o amor dos munícipes com a sua cidade.

Na semana que a antecede já se percebe uma típica agitação. O comércio se enfeita, os trajes típicos ganham as ruas, os quiosques de venda de chope e salsinha se espalham nas avenidas.

Impecável como um relógio suíço, a organização da festa transforma o Parque Vila Germânica na sede da festa que preserva e celebra a cultura alemã. Tudo impecável, fruto do aprendizado de todos esses anos e da expertise de uma equipe que sabe o que faz.

Os desfiles na Rua XV de Novembro são uma atração à parte, em que todas as etnias se unem para viver momentos de Fritz e Frida. Por entre as geringonças do Planetapéia, desfilam grupos folclóricos, bandinhas, grupos de amigos e alguns turistas. Tudo na mais perfeita harmonia.

Nós blumenauenses temos orgulho da Oktoberfest. E não somente pelo exemplo de organização, beleza e alegria que exportamos para todo o mundo, mas principalmente porque a festa é um símbolo da resiliência de um povo obreiro, que optou pela reconstrução ao abandono da sua terra.

Nunca esqueceremos que a sua primeira edição, em 1984, teve como objetivo recuperar a economia e os ânimos abalados por duas enormes e devastadoras enchentes.

Serão 19 dias de folia, tempo suficiente para blumenauenses desfrutem do melhor que podemos legar da cultura alemã através da música, da dança, da culinária, da língua e de todas as suas tradições. Viva Blumenau!

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo