César Wolff

César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015. Escreve sempre às quintas-feiras.

“Decisão do governo do estado não contribui para a segurança pública de Blumenau”

Colunista comenta "puxadinho" na Penitenciária Industrial

César Wolff

César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015. Escreve sempre às quintas-feiras.

“Decisão do governo do estado não contribui para a segurança pública de Blumenau”

Colunista comenta "puxadinho" na Penitenciária Industrial

César Wolff

As eleições e a tomada de compromisso dos candidatos

O processo eleitoral é o momento em que os políticos mais se encontram vulneráveis aos apelos da sociedade. Invariavelmente precisam descer do pedestal e ir ao encontro do eleitor, das entidades associativas e dos grupos de opinião. Por isso é fundamental que cada sociedade se articule entorno de pautas objetivas e factíveis para viabilizar a cobrança futura.

A classe política tem diversos acordos não cumpridos com os blumenauenses. Um deles, como noticiado pelo Município Blumenau, é o de desativar por completo o Presídio Regional, transferindo suas alas para a área do Complexo Penitenciário Industrial, na Rua Silvano Cândido da Silva Sênior.

Mas o recente anúncio por parte do governo do estado de sua pura e simples ampliação em 192 vagas, em meio a mais um capítulo da crise da segurança pública, nem honra o compromisso assumido com a comunidade, nem muito menos contribui para o aumento da segurança pública.

É extremamente desaconselhável a construção de enormes estruturas carcerárias, cujo controle interno se revela difícil e custoso. Especialmente quando já se tem notícia de atuação ostensiva de organização criminosa no interior dos estabelecimentos penais, em Santa Catarina e no país.

Cada sociedade deve cuidar de seus presos. Unidades prisionais pequenas, desconcentradas por todo o território do Estado se revelam mais eficazes, seja por sua maior segurança interna, seja porque terão melhores condições de proporcionar ressocialização mediante oferta de trabalho e proximidade à família do preso.

Exatamente por isso são dignas de aplausos as críticas que recebeu o puro e simples anúncio de acréscimos de vagas, na ala do regime fechado, na ainda nova Penitenciária de Blumenau. Sem que se tenha o anúncio conjunto do compromisso de completa desativação da unidade da rua General Osório, não merece receber o alvará de construção pelo município.

Atente-se, eleitor, que o governo do estado caminha para mais uma promessa não cumprida, mas que ainda pode ser evitada, especialmente pela tomada de compromisso dos candidatos aos poderes Executivo e Legislativo de Santa Catarina.

Aproveitemos as candidaturas dos últimos três prefeitos de Blumenau, nas três mais bem posicionadas campanhas ao Palácio da Agronômica, segundo as primeiras pesquisas de intenção de voto para as eleições 2018.

César Wolff escreve sempre às quintas-feiras

Outras colunas de César Wolff

“Lei Maria da Penha ainda não angariou a confiança das mulheres”

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo