Deputado catarinense chama home office de “coronaférias” e pede retorno do trabalho presencial

Sargento Lima (PL) sugere que servidores públicos do estado voltem às atividades presenciais

Deputado catarinense chama home office de “coronaférias” e pede retorno do trabalho presencial

Sargento Lima (PL) sugere que servidores públicos do estado voltem às atividades presenciais

Redação

O deputado estadual Sargento Lima (PL),  de Joinville, propôs, e a comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou, o envio de uma indicação ao governador Carlos Moisés para a suspensão dos trabalhos em home office dos servidores públicos do estado.

Lima, que é vice-presidente da comissão, fez a proposta durante reunião na quarta-feira, 2. Chamando o home office de “coronaférias”, o deputado comentou que “já foi esticado essa corda tanto que podia”, e deu como exemplo de prejuízo à sociedade o apagão ocorrido no Meio Oeste catarinense. “Está atrapalhando o nosso trabalho. Efetivamente está sendo muito difícil”.

O deputado concorda com o home office para quem tem comorbidade. “Tudo bem, ok”, disse durante o comentário. Porém, critica o trabalho remoto para quem não tem comorbidades ou já foi vacinado. “Santa Catarina inteira já está trabalhando”.

O presidente da comissão, deputado Volnei Weber (MDB), concordou com o pedido considerando “uma importante reivindicação”. Ele diz que a sociedade catarinense está sendo bastante prejudicada devido a essa modalidade de trabalho no serviço público.

Após a discussão, o pedido de envio de indicação ao governador foi aprovado por unanimidade.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo