Em meio a onda de solidariedade, menino que teve o corpo queimado sai da UTI

Estado de saúde de Sandriel Costa, 11 anos, ainda é delicado

Em meio a onda de solidariedade, menino que teve o corpo queimado sai da UTI

Estado de saúde de Sandriel Costa, 11 anos, ainda é delicado

Redação

O garoto de 11 anos que teve o corpo queimado pelo próprio pai, em Blumenau, saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Após três semanas de internação, ele foi transferido para a ala de queimados do hospital Joana de Gusmão, em Florianópolis. O estado de saúde de Sandriel Costa, porém, ainda é delicado.

Segundo familiares, o menino terá de refazer cirurgias de enxerto de pele e deve permanecer um bom tempo internado. Depois que saiu do coma, ele tem passado por momentos de agitação. A família ainda não conversou com o garoto sobre o crime, nem sobre a morte dos pais.

“Ao se mexer demais na noite de sexta-feira, ele perdeu todo o enxerto que já havia feito nas costas. Isso começou às 23h e os médicos só conseguiram acalmar ele às 4h de sábado”, explica Marcelo de Oliveira, cunhado de Sandriel.

O menino está internado desde o dia 22 de outubro, quando foi queimado pelo próprio pai em Blumenau. Carlos Osmar Costa, de 47 anos, trancou a ex-mulher Roseli Caldas Costa e o filho no banheiro de casa, jogou gasolina e ateou fogo nos dois. Roseli e Carlos (ele também acabou atingido) não resistiram aos ferimentos e morreram. Segundo vizinhos, ele não aceitava a separação.

Pastelada vai ajudar a família

A irmã mais velha de Sandriel, Karla Suelen Costa, de 24 anos, pediu a guarda do menino à Justiça. Ela e o marido se revezam para cuidar dele em Florianópolis. Para ajudar nas despesas com viagens e medicamentos, a escola Visconde de Taunay vai fazer uma pastelada na quarta-feira, dia 22, às 19h.

Toda a comunidade está convidada a participar. A escola fica na rua Franz Volles, Itoupava Central. A onda de solidariedade também envolve os colegas de Sandriel. Em sala de aula, eles vêm fazendo correntes de oração pela recuperação dele.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio