Família de Blumenau pede ajuda para realizar funeral de criança de 12 anos

João Gabriel da Silva estudava em uma escola do bairro Fortaleza

Família de Blumenau pede ajuda para realizar funeral de criança de 12 anos

João Gabriel da Silva estudava em uma escola do bairro Fortaleza

Bianca Bertoli

Uma família de Blumenau pede ajuda para conseguir realizar o funeral de João Gabriel da Silva, de 12 anos. O menino, que estudava no 5º ano da escola Bruno Hoeltgebaum, no bairro Fortaleza, morreu nesta quarta-feira, 6. Desde então, os pais dele iniciaram uma campanha para conseguir dinheiro para levar o corpo ao estado de origem deles, o Pará.

O padrasto de João, Ronald Brito Lopes, conta que há cerca de duas semanas a criança foi atingida por uma bactéria. O pequeno ficou internado, mas a doença evoluiu, atingiu o pulmão e resultou em uma parada cardíaca. A morte repentina entristeceu não só amigos e parentes, como toda a comunidade escolar.

A instituição, inclusive, publicou na internet o pedido de ajuda financeira para que Ronald e a esposa Josilene da Silva pudessem levar o filho mais velho para ser velado junto à família, que está no Pará. Em menos de 24 horas eles conseguiram boa parte dos R$ 15 mil necessários.

“Chegamos hoje aqui no Pará e o corpo do João sai de Blumenau nesta tarde. Agora precisamos de R$ 4.800 para conseguir fazer o funeral”, explicou Ronald por volta das 13h30 desta sexta-feira, 8.

Ele presta serviços em um banco da cidade e Josilene é faxineira. Foi com a contribuição de pais de alunos, professores, amigos e parentes que conseguiram ir ao Pará com o filho mais novo, de 9 anos, para receber apoio de pessoas mais próximas.

“Nós não queríamos enterrar em Blumenau porque, se um dia voltarmos ao nosso estado, nosso filho ficará esquecido em um cemitério”, disse o padrasto.

Quem quiser ajudar a família pode doar qualquer quantia na conta do padrasto. Os dados são: Ronald Brito Lopes; Caixa Econômica Federal e conta 1315 013 00093427-2.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo