Como utilizar a ferramenta

1948: Favela Farroupilha

O que poucos blumenauenses sabem é que uma das margens do rio Itajaí-Açu já foi ocupada por uma favela. Os moradores da Farroupilha foram obrigados a abandonar o local em 1950, dois anos após a Câmara de Vereadores constituir uma comissão especial. Eles resistiram a sair da região e cobraram uma solução do poder público, que transferiu as pessoas à atual rua Araranguá, num local menos visível aos turistas.

1956: Colégio Sagrada Família

A construção da primeira escola da Divina Providência no Brasil teve início em 1896 e foi concluída em 1900. As Irmãs Anna, Rufina e Paula, vindas da Alemanha, se deslocaram de Brusque para atender meninas de baixa renda. A foto aérea feita em 1956 contrasta com o entorno atual – novos prédios continuam a surgir ao redor do colégio na rua 7 de Setembro.

Continua após o anúncio

1960: Casa Royal

Prédio icônico da rua 7 de Setembro, a Casa Royal iniciou as atividades em 1931. Chegou a ser a maior revendedora (per capita) das motocicletas Zündapp para a América do Sul. Logo, passou a vender carros e caminhões, tornando-se referência no ramo. Avaliado em mais de R$ 15 milhões, o prédio chegou a ir a leilão no ano passado para quitar as dívidas da empresa com a prefeitura, mas ele foi suspenso e o imóvel segue à venda.

1962: Grande Hotel Blumenau

Inaugurado em 1962, o majestoso prédio de 14 andares com restaurante, bar, boate, salões de festa e um jardim-terraço mudou o visual do início da rua XV de Novembro. Localizado na esquina com a Alameda Rio Branco, o hotel de uma das áreas mais nobres da cidade decretou falência em 2014. O imóvel abandonado foi comprado no ano passado e deve voltar a atender o serviço de hotelaria.

1963: Teatro Carlos Gomes

A Sociedade Teatral Blumenau, voltada para a arte e cultura do município, foi fundada em 24 de junho de 1860. A pedra fundamental da construção atual foi lançada em dezembro de 1935, inaugurado em julho de 1939, se tornando a Sociedade Dramático Musical Carlos Gomes. O Teatro é até hoje o principal centro de expressão artística e um dos principais pontos turísticos da cidade.

1963: Esquina das ruas São Paulo e Antônio da Veiga

Uma das esquinas mais movimentadas da cidade fica praticamente irreconhecível sem os prédios que hoje a ocupam. Sem a Furb, o Giassi e os bares da Antônio da Veiga, a região parece vazia. O único local que já ocupava o terreno é o Senai, que mudou completamente o formato, mas continuou no endereço. Na época, a região também abrigava a fábrica da Maju, a primeira empresa brasileira a fabricar roupas íntimas sem costura lateral.

1964: Alfredo Breitkopf

Otto Alfred Albert Breitkopf chegou da Alemanha em 1913 e em 1924 adquiriu um imóvel na rua XV de Novembro para abrigar a Estofaria de Automóveis Breitkopf Irmãos. A Auto Mecânica Alfredo Breitkopf foi fundada em 1955, com marcas internacionais como dos tratores Massey Ferguson e dos pneus Firestone. Apesar de o Grupo Breitkopf continuar forte na cidade, o prédio onde tudo começou hoje encontra-se abandonado.

1964: City Hotel

A foto feita em setembro de 1964 mostra o City Hotel em sua época de ouro. Localizado na esquina das ruas Ângelo Dias e Dr. Luiz de Freitas Melro, foi abrigo para corredores e visitantes da maior prova automobilística que Blumenau teve, em 1968. Além do Fusca, uma DKW Vemaguete também foi registrada na imagem. Atualmente, o prédio pertence à Escola Barão do Rio Branco.

1965: Famosc

O espaço hoje ocupado pela Vila Germânica, já abrigou um importante evento de Blumenau na década de 1960. Mas foi em 1965, na 4ª edição da Famosc, que a Proeb teve seu primeiro pavilhão. O domo de alumínio, construído para a Feira de Amostras de Santa Catarina, foi inaugurado em outubro, mês que atualmente (com a exceção deste ano) recebe centenas de visitantes no mesmo lugar para a Oktoberfest.

Você está vendo: Favela, Casa Royal, City Hotel: a Blumenau dos anos 1940 a 1960
___________________________
Veja também:

– Introdução
– Casa Husadel, Casarão da Família Hering, Ponte do Salto: a transformação após 100 anos
– Lojas Hering, Hotel Rex, igreja Matriz: o charme dos anos 1970 em Blumenau

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta