Feriadão do Dia do Trabalhador foi mais violento nas rodovias que em 2017

Número de acidentes diminuiu, mas mortes aumentaram

Feriadão do Dia do Trabalhador foi mais violento nas rodovias que em 2017

Número de acidentes diminuiu, mas mortes aumentaram

Redação

A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta quarta-feira, dia 2, o relatório da Operação Dia do Trabalhador 2018, que traz os dados do trânsito das rodovias catarinenses. Do feriado do ano passado para esse, o número de acidentes caiu 23,7%, no entanto, houve maior número de vítimas e mortes nas rodovias.

Foram registrados neste ano 103 acidentes, com 155 vítimas e sete óbitos, e no ano passado foram 135 acidentes, com 131 vítimas e cinco pessoas que perderam a vida. A operação é realizada quase todos os anos pela PRF, principalmente quando o feriado se torna prolongado, como foi em 2015 e 2017, com quatro dias, e 2018, com cinco dias. No ano de 2016 não houve operações pois o feriado caiu no domingo.

O levantamento da PRF teve início à zero hora da sexta-feira, dia 27 de abril, em todo o Brasil. Durante os cinco dias, a fiscalização repetiu a forma de atuação das demais operações deste ano e procurou se posicionar nos pontos e horários com maior probabilidade estatística de ocorrência de acidentes de trânsito.

Fatalidades

Das mortes que ocorreram nas rodovias federais do estado, três ocorreram na BR 101, três na BR 470 e uma na BR 282. Uma vítima fatal foi registrada na sexta-feira, causa de um atropelamento na BR 101 em Biguaçu. No sábado, outro atropelamento vitimou um homem em Campos Novos, na BR 282. Três mortes ocorreram no domingo: queda de motociclista na BR 101, em São José, colisão traseira de um ônibus em um caminhão na BR 101 em Garuva e colisão frontal na BR 470 em Curitibanos. As outras duas mortes aconteceram no último dia de operação, na BR 470, onde duas colisões frontais vitimaram dois motociclistas, em Navegantes e Blumenau.

Multas

Nestes cinco dias, policiais rodoviários federais extraíram 3.175 autos de infração por motivos diversos. Dentre eles, 320 condutores foram multados por ultrapassarem em local proibido, 409 por não usarem cinto de segurança e 142 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. Também foram registradas 6.519 imagens de veículos em excesso de velocidade pelos radares.

Confira o balanço das operações passadas

Acidentes
2015 – 191
2017 – 135
2018 – 103

Feridos
2015 – 156
2017 – 131
2018 – 155

Mortos
2015 – 09
2017 – 05
2018 – 07

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo