Opinião: “Difícil falar da BR-470 sem misturar sentimentos de raiva e desprezo”

Presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio lamenta novo corte de R$ 20 milhões no orçamento da duplicação

Opinião: “Difícil falar da BR-470 sem misturar sentimentos de raiva e desprezo”

Presidente da CDL Blumenau, Helio Roncaglio lamenta novo corte de R$ 20 milhões no orçamento da duplicação

Redação

Helio Roncaglio é empresário e presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Blumenau.

BR-470: precisamos cobrar

A BR-470 acaba de perder mais R$ 20 milhões para a tão sonhada e necessária duplicação desta que é a principal rodovia do Vale do Itajaí e uma das mais importantes de Santa Catarina. Outras rodovias federais, que cruzam nosso estado, também perdem, pois ao todo a redução da verba foi de R$ 76 milhões.

O corte previsto no projeto de lei aprovado na última quarta-feira, 11, pelos deputados federais, destina os recursos para áreas como educação e saúde. Tiram dinheiro de diversos setores para tantos outros. Se ao menos, na prática, a transferência de recursos resolvesse a situação caótica de pelo menos algumas áreas, mas não. O que vemos são meras transferências e o dinheiro se perdendo no caminho.

Assim vamos perdendo qualidade nas estradas, na educação, na saúde, nos esportes, na segurança, na inovação, na tecnologia, na cultura e tantas outras áreas fundamentais para o crescimento de uma nação. E tudo isso com um agravante: estamos perdendo, tirando qualidade, de algo que já está ruim. Por fim, vamos perdendo vidas.

Nos cobram um posicionamento enquanto representantes da CDL Blumenau, mas a verdade é que é difícil falar em nome da entidade sem misturar sentimentos de raiva e desprezo pelas pessoas que têm obrigação de trabalhar para o desenvolvimento de nosso país e estado. Nossos congressistas perderam a vergonha na cara e a noção do papel para o qual foram eleitos. E aqueles candidatos que não foram eleitos “contribuem” com o retrocesso do Brasil assumindo, de forma incompetente, nossas estatais.

Santa Catarina representa muito para Brasil, inclusive em termos de arrecadação. Não é possível que não tenhamos força política em todas as esferas para construir uma rodovia que vai gerar riqueza, empregos e mais impostos ao estado e país. Por ora, estamos falando apenas da BR-470 e sua duplicação, enquanto, na verdade, já deveríamos ter uma ferrovia ligando todo o Estado, passando pelo oeste, litoral e planalto, trazendo cargas e passageiros, que, em poucas horas, chegariam com segurança.

Não podemos aceitar todo esse descaso com as pessoas e com o dinheiro público, nesse momento, especialmente com a BR-470. Vamos fazer prevalecer o sentimento associativista que construiu e move nossa CDL também em nosso Estado e País. Precisamos que nossas escolhas sejam pautadas pela responsabilidade, lembrando que vamos decidir quem vai lidar com o dinheiro público e fazer leis. Precisamos valorizar nossos votos e cobrar os compromissos assumidos pelos políticos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio