Homem que matou a ex-namorada em Blumenau se apresenta à polícia

Éverton Balbinott de Souza, 31 anos, ficou em silêncio durante depoimento e depois foi posto em liberdade

Homem que matou a ex-namorada em Blumenau se apresenta à polícia

Éverton Balbinott de Souza, 31 anos, ficou em silêncio durante depoimento e depois foi posto em liberdade

Redação

Éverton Balbinott de Souza, 31 anos, entregou-se na noite desta quinta-feira, 26, à Polícia Civil de Blumenau. Ele matou a ex-namorada, Bianca Wachholz, 29, com um tiro no rosto dentro da casa da mãe dela nesta quarta.

Apesar de ir espontaneamente, por volta das 22h, até a Central de Polícia Civil, ele permaneceu em silêncio no depoimento ao delegado Bruno Effori, que estava de plantão. Ele já havia admitido a autoria do crime em conversa com o pai.

Como não foi preso em flagrante, Souza foi posto em liberdade depois de comparecer à delegacia. A investigação sobre o caso está a cargo do delegado David Sarraff, da Delegacia de Proteção à Mulher, à Criança e ao Adolescente.

O assassino teria deixado a cena do crime, na Itoupava Central, em um automóvel e desaparecido. Desde então, policiais civis e militares procuravam pistas do paradeiro dele.

A mãe de Bianca presenciou o momento do disparo. Ela deve ser uma das pessoas que prestará depoimento à polícia nos próximos dias.

Bianca Mayara Wachholz

À amiga de infância, Nachara Feliponi, Bianca havia revelado que o namorado confiscava o celular dela, monitorando todas as mensagens que recebia. Quem conhecia o casal jamais suspeitaria das agressões que ela já havia sofrido, entre elas uma tentativa de estrangulamento e um corte com faca.

Éverton, em seu perfil de Instagram, postava fotos e declarações apaixonadas. Era visto como uma pessoa boa, pacífica e querida pelas pessoas ao seu redor.

A libertação pessoal culminou no fim do relacionamento, há menos de um mês. Bianca deixou o apartamento onde morava com o companheiro, tentou se afastar sem brigas e sem envolver a polícia, apesar de tudo que tinha passado nos meses anteriores. A última ameça de Éverton, nesta terça-feira, 24, assustou:

“Ele estava decidido. Ele vinha dizendo que se ela não fosse dele, não seria de mais ninguém”, recorda Nachara.

Bianca, que a essa altura estava morando com a mãe, procuraria a delegacia no dia seguinte, esta quarta-feira, 25. Éverton soube. No dia em que registraria o boletim de ocorrência, a artista perdeu a vida.

 

10 sinais de que você corre perigo em seu relacionamento

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo