Hospital de Timbó se torna exclusivo para pacientes com coronavírus

Governo do Estado indicou a unidade como referência exclusiva no Vale do Itajaí

Hospital de Timbó se torna exclusivo para pacientes com coronavírus

Governo do Estado indicou a unidade como referência exclusiva no Vale do Itajaí

Redação

O Hospital e Maternidade Oase, de Timbó, se tornou a unidade de referência exclusiva de atendimento a pacientes com coronavírus no Vale do Itajaí. Uma parceria entre o Governo do Estado de Santa Catarina, o próprio hospital e outras unidades da região fizeram que, todos atendimentos que não forem relacionados ao Covid-19 e que precisarem de internação, sejam encaminhados para outras cidades. Além disso, quem já estava no Oase, foi transferido.

As estruturas ainda estão sendo melhoradas. Como atualmente a unidade conta com 10 leitos de UTI, a capacidade será aumentada imediatamente para 20, podendo chegar a 40 de forma gradativa, dependendo da necessidade.

Uma tenda foi instalada na frente do hospital para servir como centro de triagem a todos pacientes. Um novo Pronto Atendimento será instalado, exclusivo para pacientes que apresentarem sintomas do coronavírus.

O Pronto Socorro já existente está separado dos demais setores, para evitar contágio. Os pacientes vítimas de traumatismo grave – como acidentes – serão encaminhados para os hospitais Beatriz Ramos, de Indaial, e Hospital Rio do Testo, de Pomerode.

De acordo com o Hospital Oase, a unidade conta atualmente com 18 respiradores, sendo 15 usados para área hospitalar e mais três equipamentos no pronto-socorro. Com a abertura do segundo pronto-socorro será necessária à compra de mais dois respiradores. As prefeituras da região, em parceria com o hospital, irão viabilizar essas aquisições.

Em relação a maternidade, os atendimentos clínicos foram todos deslocados para o Hospital Dom Bosco de Rio dos Cedros, que fica a oito quilômetros do Oase. Segundo a unidade, o objetivo é garantir que os recém-nascidos, as gestantes e os pacientes clínicos não tenham contato com pacientes contaminados pelo vírus, garantindo desta forma mais proteção.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo