Impostos representam 40% do valor dos ovos de Páscoa

Pesquisa foi feita pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)

Impostos representam 40% do valor dos ovos de Páscoa

Pesquisa foi feita pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)

Redação

Já é de conhecimento de muitas famílias que a cada ano os ovos de Páscoa ficam mais caros. Cerca de 39% do preço final do produto é composto por diferentes taxas, impostos e contribuições. Isso significa que em um ovo de chocolate que custa R$ 30, cerca de R$ 11,70 vão para impostos.

A contadora e especialista em tributos, Debora Correa, alerta para outros produtos muito comercializados neste período que apresentam elevada carga tributária, conforme a pesquisa do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) – encomendada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP):

· Coelhinhos de pelúcia apresentam uma carga tributária de 29,92%;

· Colomba pascal, 38,68%;

· Bacalhau importado tem 43,78% do seu preço em impostos;

· Vinhos nacionais têm carga tributária de 54,73% e importados, 69,73%;

· Já o almoço em restaurante tem impostos de 32,31%.

De acordo com Debora, a alta carga tributária nos produtos de Páscoa segue a mesma tendência à elevada tributação aplicada aos brasileiros:

“Trabalhamos em média 123 dias do ano só para pagar impostos”, destaca a especialista.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio