Juíza federal reverte decisão de Jair Bolsonaro sobre radares eletrônicos

Presidente havia anunciado que não renovaria contratos de lombadas eletrônicas como as que foram retiradas da BR-470

Juíza federal reverte decisão de Jair Bolsonaro sobre radares eletrônicos

Presidente havia anunciado que não renovaria contratos de lombadas eletrônicas como as que foram retiradas da BR-470

Redação

A juíza federal Diana Wanderlei, de Brasília, determinou nesta quarta-feira, 10, que o governo federal mantenha em funcionamento radares eletrônicos de velocidade em rodovias país afora. A decisão responde ao anúncio do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de que não renovaria contratos de sensores instalados em 8 mil locais. O Ministério da Infraestrutura confirmou a suspensão da instalação de novos equipamentos.

Diana estipulou multa de R$ 50 mil por dia em caso de descumprimento. A ação popular foi impetrada pelo senador Fabiano Contarato (REDE-ES).

No Vale do Itajaí, lombadas eletrônicas que fiscalizavam a velocidade de veículos na BR-470 já foram retiradas por tempo indeterminado. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-SC), a substituição dependeria de uma decisão de Brasília.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo