Justiça aceita novas acusações contra homem que matou Bianca Wachholz

Éverton Balbinott de Souza vai responder por ameaça e por ter cometido o homicídio em frente à mãe da vítima

Justiça aceita novas acusações contra homem que matou Bianca Wachholz

Éverton Balbinott de Souza vai responder por ameaça e por ter cometido o homicídio em frente à mãe da vítima

Evandro de Assis

O juiz Juliano Rafael Bogo, da 1ª Vara Criminal de Blumenau, aceitou a inclusão de duas novas acusações ao processo contra Éverton Balbinott de Souza, 31, assassino confesso da ex-namorada, Bianca Wachholz, 29. O acusado, que está no Presídio Regional de Blumenau, responderá também por ameaça e por ter cometido o crime diante da mãe da vítima.

Éverton já era acusado de feminicídio com duas qualificadoras: motivo fútil e sem dar chance de defesa à mulher. O crime foi cometido no dia 25 de julho na casa da ex-sogra, na Itoupava Central. Agora, se for condenado por tudo o que está sendo acusado, a pena dele pode chegar a 40 anos de prisão.

Na decisão desta terça-feira, 14, Bogo também autorizou que dois advogados, representantes da família de Bianca, atuem como assistentes do Ministério Público na acusação. Foram eles que trouxeram ao processo novos indícios contra Éverton.

A acusação de ameaça se deve ao áudio, enviado por Bianca a um amigo em comum do casal menos de duas horas antes de ser morta. Na mensagem, ela contou que Éverton teria apontado uma arma para a cabeça dela na noite anterior ao crime. Para os advogados da família, o áudio demonstraria que Éverton planejou o homicídio.

Leia também

10 sinais de que você corre perigo em seu relacionamento

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo