Justiça cancela leilão do Hospital Beatriz Ramos, de Indaial

Parcelamento da dívida milionária resultou na decisão positiva para a região

Justiça cancela leilão do Hospital Beatriz Ramos, de Indaial

Parcelamento da dívida milionária resultou na decisão positiva para a região

Redação

A força-tarefa criada para impedir que o prédio do Hospital Beatriz Ramos fosse a leilão deu resultado: nesta terça-feira, 10, a Justiça cancelou a decisão. No começo do ano o juiz Leoberto Simão Schmitt Júnior, da 5ª Vara Federal de Blumenau, decretou que o único hospital de Indaial deveria ter o imóvel vendido ainda em 2019.

Schmitt atendeu a um pedido da União, que cobra impostos federais atrasados. A unidade de saúde, que atende a região desde 1951, vem enfrentando problemas financeiros há muitos anos e acumula dívidas fiscais desde 2010.

Prefeitura, representantes do conselho do hospital e do legislativo da cidade se uniram em busca da solução. Conforme divulgado pelo prefeito André Moser, a dívida de R$ 17,6 milhões será paga em parcelas, algo que foi acatado pela Justiça e que gerou o cancelamento vindo da 5ª Vara Federal.

“Com seriedade nos empenhamos financeiramente para honrar o pagamento do acordo de parcelamento assumido para evitar a suspensão do leilão. Efetuamos o pagamento de aproximadamente R$ 96 mil correspondente à primeira parcela dos débitos previdenciário e tributário”, contou Moser em uma publicação no Instagram.

O prefeito afirmou que em breve novos investimentos serão anunciados, incluindo os que serão direcionados ao centro cirúrgico e pronto-socorro.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo