Legistas não encontram sinais de violência no corpo descoberto em apartamento da rua XV

Isaia Tamanini estava enrolado em cobertor, dentro de quarto trancado

Legistas não encontram sinais de violência no corpo descoberto em apartamento da rua XV

Isaia Tamanini estava enrolado em cobertor, dentro de quarto trancado

Redação

Legistas do Instituto Médico Legal (IML) não encontraram sinais de violência no corpo de Isaia Tamanini, o homem de 61 anos encontrado morto, segunda-feira à noite, dentro de um apartamento na rua XV de Novembro. Segundo o delegado Bruno Effori, que conduz a investigação, o laudo ainda não apontou a causa da morte, mas há indícios de que tenha sido um homicídio.

“Apesar dessa constatação do IML, estamos tratando como hipótese de homicídio, provavelmente por meios que não são detectáveis pelo legista. Por exemplo, asfixia ou envenenamento, o que pode ser constatado depois com exame toxicológico”, afirmou Effori.

Entre as evidências de que a morte foi causada por outra pessoa estão o fato de o corpo ter sido encontrado enrolado num cobertor. Ele estava dentro de um quarto trancado a chave. Uma porta do apartamento estava arrombada.

Na tarde desta terça-feira serão ouvidos familiares e vizinhos da vítima.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio