Letícia Silva

Letícia Silva é jornalista, empresária e corredora amadora. Aqui, toda segunda-feira ela compartilha em vídeo histórias inspiradoras, curiosidades e dicas de especialistas sobre o universo das corridas.

Atleta de Blumenau é vice-campeã continental com Seleção Brasileira de Ultramaratonistas

Desempenho individual ficou abaixo do esperado por Dianne Schaldach, mas ela volta pra casa realizada com experiência de estrear no 100km Américas

Letícia Silva

Letícia Silva é jornalista, empresária e corredora amadora. Aqui, toda segunda-feira ela compartilha em vídeo histórias inspiradoras, curiosidades e dicas de especialistas sobre o universo das corridas.

Atleta de Blumenau é vice-campeã continental com Seleção Brasileira de Ultramaratonistas

Desempenho individual ficou abaixo do esperado por Dianne Schaldach, mas ela volta pra casa realizada com experiência de estrear no 100km Américas

Letícia Silva

A blumenauense Dianne Schaldach foi vice-campeã por equipe no Campeonato Continental de Ultramaratona de 100Km Américas. Neste fim de semana, em Bertioga (SP), ela representou a Seleção Brasileira no campeonato organizado pela Associação Internacional de Ultramaratonistas (IAU) e pela Confederação Brasileira de Atletismo. No individual, Dianne ficou em 17º geral Feminino. A campeã individual foi a brasileira Helen Cristina Caleira.

“Dei o meu melhor pra completar a prova pelo time. A maior recompensa é o carinho das pessoas e estar entre os melhores ultramaratonistas das Américas é incrível! São pessoas extraordinárias, que tive o privilégio de conviver e aprender muito!”, contou a vice-campeã blumenauense.

Brasil venceu no masculino

O Campeonato 100km Américas é disputado num circuito homologado de 5km. Ou seja, o atleta precisa percorrer 20 vezes seguidas o mesmo trecho. Loucura? “Foi difícil e maravilhoso como tem que ser. Entrei sabendo que não tinha chance de pódio, não sou rápida. Num percurso assim tem que administrar dor e muitas emoções“, resumiu Dianne.

Além da prova de 100km, que Dianne participou, a competição teve corridas de 5km, 10km, 20km, 50km, 80km, revezamento de 100km em equipes de 10 atletas e revezamento de 100km em equipes de cinco atletas.

No feminino em equipes, o Brasil perdeu apenas pra Argentina. O Uruguai completou o pódio. No masculino, o Brasil foi campeão, com Argentina em segundo lugar e com o México conquistando o bronze.

Dianne foi campeã internacional em 2018

A funcionária pública de Blumenau foi convocada para a Seleção Brasileira em maio. Nove homens e nove mulheres representaram o país na competição, que aconteceu na América do Sul pela primeira vez. Além do Brasil, compareceram seleções da Argentina, México, Paraguai e Uruguai.

A ultramaratonista blumenauense já foi campeã internacional. Em 2018, na 13ª Run Across Burgenland, na Áustria, Dianne percorreu 218km em 35h51min e ficou em primeiro lugar no feminino.

“Confesso que por alguns momentos achei que não conseguiria. Chuva, escuridão total, horas e horas sem encontrar nenhum outro corredor, ter ficado sem bateria no relógio, perder o ponto de hidratação… Cheguei a adormecer caminhando! Mas, ao mesmo tempo, foram momentos de contemplação, de sentir a energia do lugar, das pessoas… Foi extraordinário!”, definiu Dianne nas redes sociais em 2018.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo