Mancha é vista no mar de São Francisco do Sul; entenda causa

Denúncia enviada à prefeitura informava possível vazamento de óleo

Mancha é vista no mar de São Francisco do Sul; entenda causa

Denúncia enviada à prefeitura informava possível vazamento de óleo

Redação

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) foi acionada nesta terça-feira, 12, para verificar o que seria uma mancha vista no mar de São Francisco do Sul. A informação chegou ao órgão por meio de denúncia, que indicava que um possível vazamento de óleo havia atingido a Baía da Babitonga.

Prefeitura de São Francisco do Sul/Divulgação

Após a notificação, equipes da SMMA se deslocaram até as praias do Sumidouro e Capri, onde estaria a mancha. Foram feitas análises das faixas terrestre e marítima, a fim de identificar o que teria deixado trechos da água mais escuros.

Com a inspeção do trecho, foi possível identificar que não havia presença de óleo sobrenadante no mar, nem resíduos característicos de vazamento de óleo, aponta a SMMA. As equipes chegaram a conclusão de que a mancha teria sido causada pela própria natureza.

“Nesta região existem vastas áreas de manguezais, que são responsáveis por elevadas taxas de produtividade biológica, onde os nutrientes e matéria orgânica são encontrados em abundância. Nesse cenário, aliado a circulação promovida pelo fluxo e refluxo das marés, potencializada pela intensa precipitação pluviométrica ocorrida nos últimos dias, certamente, houve o deslocamento de maior volume de sedimentos com matéria orgânica em direção ao mar”, aponta nota técnica divulgada pela SMMA.

Outro fator, segundo órgão, diz respeito a própria cor da água, que pode varia de tom durante o ano de acordo com a disponibilidade de fitoplânctons ali presentes, podendo ficar mais escura em consequência da alta presença deste conjunto de organismos aquáticos.

“Quando ocorre o encontro da água doce e água salgada, em decorrência da água doce ser mais leve e com temperatura diferente, o fluxo hídrico tende a formar plumas de dispersão ao longo dessa zona de mistura, na maioria das vezes, de cores diferentes, como ocorreu na data de hoje no estuário em direção a Baia da Babitonga”, explicam.

Apesar de não ter sido identificado vazamento do óleo no local, a SMMA solicitou ao o Terminal Gás Sul (TGS) a entrega dos laudos das coletas de águas superficiais realizadas por laboratório credenciado na data em questão para acompanhamento dos resultados.

mancha mar são francisco do sul

Prefeitura de São Francisco do Sul/Divulgação

Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo