Massagista suspeito de abusos sexuais é acusado de agredir ex-companheira de Pomerode

Nelson Lemoine, popular nas redes sociais, é investigado pela Polícia Civil de São Paulo

Massagista suspeito de abusos sexuais é acusado de agredir ex-companheira de Pomerode

Nelson Lemoine, popular nas redes sociais, é investigado pela Polícia Civil de São Paulo

Redação

Popular nas redes sociais e autointitulado “fisioterapeuta dos famosos”, o massagista Nelson Lemoine é investigado pela Polícia Civil de São Paulo após sofrer denúncias de abuso sexual durante as sessões. Uma mulher de Pomerode realizou um boletim de ocorrência contra Lemoine.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela pomerodense, eles mantiveram uma relação estável durante sete meses. Após este período, ele teria agredido a vítima por diversas vezes, fato que a fez terminar o relacionamento.

De acordo com a denunciante, ele continuou procurando a mulher, inconformado com o término, até que ela aceitou encontrar-se com ele em um hotel. Nesta ocasião ele teria tentado manter relação sexual a força. Quando ela gritou por socorro, o acusado a agrediu com chutes, puxões de cabelo e arranhões.

A clínica fundada por Lemoine tem uma sede em Blumenau. Segundo as denúncias, seu procedimento foi considerado abusivo, na medida em que passava as mãos nas genitálias das pacientes durante as sessões de massagem e terapia.

Até então com cerca de 20,7 mil seguidores no Instagram, Lemoine deletou sua conta após as denúncias de abuso. Em São Paulo, o terapeuta estava atendendo no bairro do Morumbi. Ele contava com fotos ao lado de artistas e apresentadores famosos, para reforçar a imagem de um profissional bem gabaritado.

O caso tornou-se nacionalmente conhecido depois da divulgação nos principais portais de notícia do país, como G1 e Folha de São Paulo. Após as primeiras denúncias, outras mulheres decidiram divulgar relatos em suas redes sociais.

Posição da defesa

O advogado de Lemoine, Dalvo Martins Bemfeito, encaminhou à reportagem uma nota oficial do posicionamento da defesa sobre o caso. No documento, ele afirma que a advogada das denunciantes iniciou esta ação como forma de represália por não ser correspondida amorosamente pelo massagista.

O advogado explica que possui “inúmeras conversas privadas” da advogada das denunciantes diretamente com o massagista, dentre as quais existem áudios que comprovariam que tudo não passaria de uma vingança amorosa, inclusive forjando provas.

Bemfeito conclui afirmando que Lemoine está à disposição das autoridades policiais.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo