Modelo catarinense terá fotos publicadas na revista Playboy Portugal

Claudia Cesari, 30 anos, sairá na edição de setembro

Modelo catarinense terá fotos publicadas na revista Playboy Portugal

Claudia Cesari, 30 anos, sairá na edição de setembro

Redação

A modelo Claudia Cesari, 30 anos, terá fotos publicadas na revista Playboy Portugal. A publicação sairá no dia 1º de setembro na Europa e em algumas semanas depois deve chegar às bancas do Brasil.

A oportunidade surgiu por meio dos fotógrafos da Playboy Brasil: Carol Medeiros, Rafael Luperi e Agatha Lise. Com o fechamento da revista no país, Claudia, que mora em Brusque, teve um contato direto com o diretor-geral da publicação portuguesa, Bernardo Coelho, que a convidou para participar da revista.

“Criamos uma afinidade e conversamos muito a respeito. Ele me acha fotogênica e determinada. Disse que sou merecedora de fazer parte da Playboy Magazine”, diz.

Claudia enviou 45 fotos para análise dos editores e em torno de 10 a 15 sairão na publicação. As imagens foram feitas em uma barbearia de Florianópolis, cenário escolhido pelos próprios fotógrafos.

“As fotos são de alta qualidade, bom gosto. É uma revista que expõe a sensualidade da mulher, não existe vulgaridade, e o que me encantou é poder mostrar aquilo que quero mostrar. Isso me deu uma segurança enorme na decisão final”.

Fotos de famosas

A história de Claudia com o mundo fotográfico começou há alguns anos, quando ela trabalhou na área por um curto período. Porém, não quis seguir carreira e passou a se dedicar ao marido e suas duas filhas.

No começo deste ano, porém, ela decidiu retomar a carreira. Começou a reproduzir fotos sensuais de mulheres famosas nas redes sociais e assim ganhou visibilidade.

“Hoje, para você ser vista e ganhar destaque nas redes sociais tem que ter um diferencial. Caso contrário, será só mais um, e foi aí que eu enxerguei a oportunidade e comecei a reproduzir as fotos de famosas”.

A modelo conta que no começo foi muito criticada pelo teor das fotos publicadas nas redes sociais, porém, não desanimou e seguiu firme.

“Eu sabia que não estava fazendo nada de errado, sempre contei com o apoio do meu marido, mas entendo que a população brusquense tem uma cultura mais reservada. Hoje já é diferente, sou muito admirada e elogiada pelas pessoas”.

Mais notícias de Blumenau e região

Batida entre carro e moto deixa jovem de 19 anos gravemente ferido, em Blumenau

Instabilidade se afasta e sol volta a aparecer em Blumenau nesta quinta-feira

Motorista que se envolveu em acidente com ônibus do Metropolitano está na UTI

“Decisão do governo do estado não contribui para a segurança pública de Blumenau”

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio