Nime

Semanalmente, o Núcleo de Informações sobre Medicamentos (Nime), uma proposta de extensão da Furb, publica conteúdos e estudos sobre saúde no portal.

Dexametasona pode ser utilizada com cautela no tratamento de pacientes com Covid-19

Por Milena Paim de Bem, Carlos Luiz de Almeida Jr e professor Luiz Henrique Costa

  • NimePor Nime
  • 03/07/2020
  • 21:44
Nime

Semanalmente, o Núcleo de Informações sobre Medicamentos (Nime), uma proposta de extensão da Furb, publica conteúdos e estudos sobre saúde no portal.

Dexametasona pode ser utilizada com cautela no tratamento de pacientes com Covid-19

Por Milena Paim de Bem, Carlos Luiz de Almeida Jr e professor Luiz Henrique Costa

Nime
  • Por Nime
  • 03/07/2020
  • 21:44
  • +A-A

A dexametasona é um corticoide utilizado em doenças reumáticas, crises asmáticas e até mesmo câncer, porém apenas por um curto período em decorrência dos efeitos colaterais que aparecem a longo prazo.

Ainda possui a vantagem de ser considerada um medicamento essencial pela OMS (Organização Mundial da Saúde), portanto sem patente e de baixo custo.

O novo coronavírus gera diversas substâncias que levam a processos inflamatórios, sendo comum complicações desse tipo em pacientes portadores do vírus.

Logo, medicamentos anti-inflamatórios como a dexametasona, podem ajudar no tratamento de pacientes graves, que necessitam de ventilação mecânica ou uma oferta maior de oxigênio, pois reduziu a mortalidade destes grupos, conforme demonstrou o estudo realizado ela universidade britânica de Oxford.

É importante ressaltar que, mesmo este fármaco sendo conhecido e amplamente utilizado em outras doenças, é preciso ter grande cuidado no seu uso para a Covid-19, pois por ser um anti-inflamatório hormonal, pode desregular o controle de outros hormônios do organismo e, se utilizado de forma inadequada, pode levar à piora do quadro do paciente.

Assim, se faz necessário o envolvimento dos diversos profissionais da saúde para a melhor avaliação e decisão da terapia medicamentosa de cada paciente.


Ainda não está no grupo de notícias do jornal no WhatsApp? Clique aqui e entre agora mesmo.

Você tem Telegram? O jornal tem um canal de informações lá. Clique aqui e participe.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo