Novas desapropriações devem destravar pontos críticos da duplicação da BR-470

Dnit confirmou pagamento a um novo grupo de proprietários de imóveis entre setembro e outubro

Novas desapropriações devem destravar pontos críticos da duplicação da BR-470

Dnit confirmou pagamento a um novo grupo de proprietários de imóveis entre setembro e outubro

Evandro de Assis

Uma nova leva de desapropriações de imóveis, entre setembro e outubro, deve destravar as obras de duplicação da BR-470 em pontos considerados críticos. Construções como os viadutos do Badenfurt e da Mafisa, além de um viaduato em Indaial, estão entre as prioridades.

Segundo o engenheiro João Vieira, responsável pela duplicação da BR-470 no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), com as desapropriações será possível acelerar os trabalhos em trechos que precisam de melhorias urgentes para fazer o tráfego fluir. O grande viaduto na região da Mafisa, por exemplo, poderá ser entregue no primeiro semestre do ano que vem (a previsão inicial era concluir somente em 2020, ou até 2021).

Vieira estará na BR-470 nesta quinta-feira, 30, ao lado do superintendente do Dnit, Ronaldo Carioni Barbosa. Entre outras medidas, eles vão bater o martelo sobre quais imóveis serão desapropriados agora.

Badenfurt

Um dos trechos mais prejudicados pela demora nas desapropriações é o trevo do Badenfurt, na entrada para Pomerode. Como não pode avançar sobre terrenos do lado direito, no sentido Indaial-Blumenau, a empreiteira responsável vem trabalhando apenas na construção de uma grande galeria, com mais de um quilômetro de extensão, do outro lado da pista.

Nos próximos dias, o tráfego do trecho terá pequenas alterações para a passagem das máquinas e da tubulação.

Com a compra dos imóveis faltantes pela União, será possível começar a limpeza e terraplanagem, para depois erguer a estrutura do viaduto.

Evandro de Assis

Mafisa

O estágio das obras do futuro complexo viário da Mafisa anima os profissionais do Dnit. Segundo João Vieira, o tempo seco durante a fase de terraplanagem e a capacidade da empreiteira permitiram encurtar a estimativa de entrega do trecho. Previsto para 2020 (mas com chance de durar até 2021), o viaduto da Mafisa pode ficar pronto entre abril e maio de 2019.

“É uma previsão bem otimista, mas nós acreditamos que seja possível”, avaliou Vieira.

Das três pontes projetadas para a Mafisa, uma está praticamente pronta e outra, bem adiantada. O complexo ainda terá um total de cinco viadutos. Confira aqui como ficará o trânsito da região depois que a obra ficar pronta.

Na região da Mafisa também haverá novas desapropriações no próximo mês, que permitirão o avanço da duplicação. Nesta fase do trabalho, o dinheiro disponível para investimentos no lote 3 está sendo todo aplicado nas regiões da Mafisa e do Badenfurt.

Indaial

O lote 4 da duplicação da BR-470, entre Blumenau e Indaial, é o mais atrasado de toda a obra. Quase nada foi feito até o momento porque neste trecho há um grande número de desapropriações pendentes.

Porém, com a nova leva de desapropriações será possível avançar na construção de um viaduto no Km 72, em Indaial, local do novo acesso ao município. A expectativa é que a liberação desta entrada possa desafogar o trânsito no trevo que hoje dá acesso tanto a Indaial quanto a Timbó.

8 quilômetros até dezembro

O Dnit mantém a previsão (também otimista, segundo Vieira) de liberar oito quilômetros da duplicação da BR-470 no lote 2, entre Gaspar e Ilhota, até dezembro. Ou seja, no verão, a viagem até as praias poderia ter uma amostra de como será viajar pela rodovia em pista dupla.

Segundo o engenheiro João Vieira, neste trecho todas as vigas de concreto necessárias para a construção de viadutos e pontes já estão prontas. Com algumas desapropriações a serem feitas entre setembro e outubro, também será possível concluir algumas destas estruturas.

Mais notícias de Blumenau e região

Ônibus velhos ainda desafiam cadeirantes, em Blumenau

Aniversário de Blumenau terá desfile no Garcia e shows no Ramiro Ruediger

Equipes da Gincana Cidade de Blumenau esbanjam criatividade em vídeos

Blumenau tem 352 mil habitantes, estima o IBGE

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio