Operação da Polícia Civil prende integrantes de organização criminosa em Blumenau

Operação da Polícia Civil prende integrantes de organização criminosa em Blumenau

Redação

A Polícia Civil de Blumenau deflagrou a operação Balada Vip para combater uma organização criminosa na cidade. Durante as primeiras horas da manhã desta terça-feira, 18, os agentes saíram por alguns bairros do município para cumprir 13 mandados de prisão (duas mulheres e 11 homens, dois deles já estavam detidos) e dez de busca e apreensão.

Esta é a quarta ação policial do ano que busca desarticular o chamando Primeiro Grupo Catarinense (PGC). Em outubro houve a segunda fase da operação Primordium, em que 20 mandados de busca e apreensão e 26 de prisão foram cumpridos.

Segundo o delegado responsável pela operação desta terça-feira, Rodrigo Raitez, “Balada Vip” é o nome que os integrantes deram ao grupo que possuíam no WhatsApp. Eles organizavam os crimes de dentro e fora dos presídios, com diretrizes de funcionamento e lideranças definidas:

“Essas prisões têm um reflexo direto em diversos crimes que ocorrem na nossa região. Além do tráfico de drogas, que é a principal fonte de renda do grupo, mas outros crimes como roubo e homicídio”, disse o delegado.

Até o momento, três homens e uma mulher foram presos em residências dos bairros Garcia, Itoupavazinha, Itoupava central e Testo Salto. Os policiais continuarão os trabalhos até o fim desta manhã. Os que não forem localizados serão considerados foragidos da Justiça.

As batidas policiais ocorrem em áreas mais pobres do município. Segundo Raitez, essa é uma característica do grupo: atrair pessoas de baixa renda. Nas casas foram recolhidos telefones, armas e uma pequena quantidade de drogas. A maioria dos envolvidos na facção criminosa já tem passagens policiais por crimes como tráfico, roubos e até homicídio.

“A organização está por trás de muitos homicídios que ocorreram em Blumenau envolvendo tráfico de drogas”, detalha o delegado.

Neste ano a Polícia Civil identificou 100 integrantes do PGC em Blumenau, quase todos tiveram mandados de prisão expedidos.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo