Para compensar falta da Oktoberfest, prefeitura quer evento de Natal com 58 dias em Blumenau

Índice de vacinação contra Covid-19 será crucial para planejamento da festa

Para compensar falta da Oktoberfest, prefeitura quer evento de Natal com 58 dias em Blumenau

Índice de vacinação contra Covid-19 será crucial para planejamento da festa

Jotaan Silva

A Prefeitura de Blumenau oficializou nesta sexta-feira, 23, o cancelamento da Oktoberfest 2021. Esse é o segundo ano consecutivo que a festa irá acontecer na cidade, devido a pandemia de Covid-19. Porém, a expectativa da Secretaria de Turismo é parar os cancelamentos por aí e voltar a realizar os eventos com o Natal em Blumenau 2021.

“A vacinação é que vai dar o cronograma para realizar os eventos. A perspectiva que temos para outubro e novembro são mais otimistas do que temos hoje. Vamos ter ali o número de 70% de pessoas totalmente imunizadas, e aí sim vamos ter tranquilidade para fazer esse Natal com 60 dias, emendando com Reveillon e logo em janeiro com a Sommerfest”, destacou o secretário de Turismo e presidente do Parque Vila Germânica, Marcelo Greuel.

O planejamento para a festa é que ela seja realizada do dia 10 de novembro a 6 de janeiro de 2022, com formato adequado às medidas sanitárias necessárias entre outras mudanças. O antes chamado Magia de Natal, agora será Natal em Blumenau e não terá mais a participação da Associação Blumenauense de Turismo, Eventos e Cultura (Ablutec).

“Queremos um Natal maior que os últimos anos, que ajude e seja símbolo dessa retomada. Estamos buscando de todas as formas torná-lo uma marca muito forte, como já vinhamos buscando nos últimos anos, mas este especificamente precisa ser marcante”, concluiu.

Economicamente

Com a sequência de duas edições canceladas da Oktoberfest Blumenau, segundo cálculos realizados pela equipe da prefeitura, a cidade deixa de arrecadar cerca de R$ 500 milhões entre o consumo da própria festa e também o giro econômico proporcionado pelo evento, com hotelaria, gastronomia e geração de empregos.

“O impacto é gigantesco. São 240 milhões de receitas que deixam de entrar na cidade por ano. São seis mil empregos diretos e indiretos que deixaram de existir, sendo que muitos deles só trabalhavam em época de Oktoberfest”, ressaltou Greuel.

Com o novo Magia de Natal, o objetivo também é diminuir o prejuízo gerado pelos dois anos sem Oktober. Segundo Greuel, a ideia é investir com recursos de patrocinadores e do próprio município para alcançar uma virada de chave.

“Estamos buscando com todo nosso conhecimento explorar o Natal de forma que o turismo possa, a partir daí ter essa retomada. Não tenho dúvidas que ele vai ser esse ponto chave dessa retomada”.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo