Polícia investiga possível feminicídio em caso de mulher encontrada morta embaixo da cama em Joinville

Inquérito foi instaurado nesta segunda-feira

Polícia investiga possível feminicídio em caso de mulher encontrada morta embaixo da cama em Joinville

Inquérito foi instaurado nesta segunda-feira

A Polícia Civil instaurou nesta segunda-feira, 26, um inquérito para investigar o assassinato de Vanessa Lima, de 25 anos, encontrada morta embaixo da cama neste sábado, 24, em Joinville. A polícia ainda não divulgou o que foi utilizado para matar a jovem.

O delegado de homicídios responsável pelo caso, Elieser Bertinotti, diz que o crime será investigado como feminicídio. Ele destaca que no momento não é possível informar a linha de investigação.

Porém, comenta que seguirá com base nas informações coletadas inicialmente e no contexto da vida de Vanessa.

De acordo com o delegado, a vítima tinha uma medida protetiva contra um homem. No entanto, por enquanto, ele não é apontado como suspeito.

Elieser ressalta que todas as informações colhidas serão apuradas, inclusive com relação a relacionamentos que a vítima teve com outras pessoas.

O prazo para conclusão do inquérito policial é de 30 dias. A finalização das investigações depende do laudo pericial.

Filho de Vanessa foi encontrado sozinho

O filho de Vanessa, um menino de um ano e dois meses, foi encontrado sozinho por moradores nesta sexta-feira, 23, no bairro Estevão de Matos. Ele foi deixado aos cuidados do Conselho Tutelar.

O que diz o relatório da Polícia Militar

Conforme informações repassadas pela Polícia Militar, foram encontradas manchas de sangue no apartamento de Vanessa.

De acordo com o relatório, havia sangue na máquina de lavar e sacos de lixo escondidos pelos cantos. Ao puxar um dos sacos, os policiais encontraram a vítima embaixo de uma cama de solteiro.

Vanessa foi identificada pelos familiares e o local foi isolado. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) foram acionados para assumir o caso. O local foi fotografado e as testemunhas presentes foram ouvidas.

Conforme a Polícia Militar, o ex-marido da vítima estava com o celular e a carteira dela e entregou aos policiais. Ele relatou que estava com os pertences de Vanessa e que havia buscado os itens na sexta-feira, 23, para conseguir a documentação do filho, que estava no Conselho Tutelar após ser encontrado sozinho perambulando pela rua no bairro Estevão de Matos.

Colaborou Lucas Koehler


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo