Polícia investiga sexo em lanchas de Porto Belo e na roda-gigante de Balneário Camboriú

Vídeos explícitos circulam nas redes sociais

Polícia investiga sexo em lanchas de Porto Belo e na roda-gigante de Balneário Camboriú

Vídeos explícitos circulam nas redes sociais

Redação

Circulam nas redes sociais vídeos de pessoas transando em lanchas na praia do Caixa d’Aço, em Porto Belo, e na roda-gigante de Balneário Camboriú. As imagens são investigadas pela Polícia Civil da região.

Um vídeo mostra um casal transando com diversas pessoas ao lado dançando. Além disso, várias mulheres estão sem a parte de cima do biquíni, deixando os seios à mostra.

Imagens também mostram um casal transando dentro de uma cabine da roda-gigante em Balneário Camboriú. O vídeo foi gravado pelos envolvidos e vazado nas redes sociais. As datas das gravações dos dois vídeos não foram divulgadas.

Os envolvidos no caso da roda-gigante já foram identificados e, a princípio, o casal não mora em Balneário Camboriú. As cabines da atração turística têm câmeras de segurança e as imagens já foram entregues para Polícia Civil apurar os fatos.

A Polícia Civil de Porto Belo e de Balneário Camboriú investiga os casos. De acordo com o artigo 233 do Código Penal, os envolvidos podem responder por ato obsceno com pena de três meses a um ano, além do pagamento de multa.

Em entrevista ao jornal Diarinho, a delegada da Polícia Civil de Porto Belo, Luana Backes disse que as cenas obscenas na praia do Caixa d’Aço ocorreram com mais frequência durante a temporada, e há outras casos em investigação.

David Queiroz, delegado de Balneário Camboriú, disse ao Diarinho que investiga o casal que usou a cabine da roda-gigante para fazer sexo. Já foi registrada uma queixa após o ato obsceno. Desde dezembro foram flagrados dois abusos graves na roda-gigante e os casos já foram encaminhados para Polícia Civil investigar.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo