Polícia Militar vai acompanhar ônibus em bairros de Blumenau

Decisão foi tomada em reunião entre prefeitura, Seterb e líderes das forças de segurança

Polícia Militar vai acompanhar ônibus em bairros de Blumenau

Decisão foi tomada em reunião entre prefeitura, Seterb e líderes das forças de segurança

Redação

Prefeitura de Blumenau e Seterb se reuniram com as forças policiais da cidade para discutir ações para dar segurança a usuários e trabalhadores do transporte coletivo urbano. Desde quinta-feira, dia 30, 20 ônibus foram alvo de ataques com pedras e bolas de gude. Na sexta-feira, dia 1º, um veículo foi incendiado na Rua Belmiro Colzani, no bairro Progresso.

Segundo informações do comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau, tenente-coronel Jefferson Schmidt, as ações de quinta-feira foram coordenadas e executadas em um mesmo horário, em várias regiões da cidade. Já o fato ocorrido na sexta, envolvendo a abordagem do ônibus no final da linha por agentes armados, que renderam o motorista e cobrador e incendiaram o veículo, não ter qualquer ligação com as outras ocorrências.

A informação está em sintonia com o que disse o delegado Egídio Ferrari ao Município Blumenau nesta segunda-feira. Conforme Ferrari, não há indícios de que a ordem para atacar os ônibus tenha partido de facções criminosas, de dentro de presídios.

Segundo Schmidt, a partir desta segunda-feira, viaturas da Polícia Militar passarão a acompanhar linhas e destinos, apoiados também por veículos descaracterizados.

Na reunião, coordenada pelo chefe de gabinete da Prefeitura, Marco Antônio Wanrowsky, e pelo presidente do Seterb, Carlos Lange, também esteve presente o representante da empresa Blumob, Maurício Garroti.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio