César Wolff

César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015.

População continua aguardando a revitalização do Centro Histórico de Blumenau

César Wolff

César Wolff é advogado e professor da Furb. Foi presidente da subseção Blumenau da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2010 e 2015.

População continua aguardando a revitalização do Centro Histórico de Blumenau

César Wolff

Há um ano e meio a Câmara Municipal de Blumenau anunciava à população uma audaciosa, mas factível obra de revitalização do Centro Histórico da cidade. A iniciativa, nascida no Poder Legislativo, previa a utilização dos recursos públicos angariados com as sobras anuais de seu orçamento, e que, em duvidosa constitucionalidade, até hoje vêm sendo reservadas em fundo criado por lei para construção de uma sede.

Com o advento da pandemia parte desses recursos foram aplicados na sua destinação constitucional. Ou seja, nos serviços públicos que devem ser prestados à população, por gestão e aplicação de responsabilidade do poder executivo.

Independente desses acontecimentos, a Câmara Municipal de Blumenau passou a ser responsável pela viabilização da obra. Na medida em que deu causa à expectativa gerada em nós blumenauenses. Além disso, não houve quem fosse contrário nem à construção de uma sede própria, e nem muito menos à revitalização do antigo porto, da praça Hercílio Luz, da rua das Palmeiras e das margens do rio Itajaí-açu e ribeirão Garcia.

A previsão de entrega das obras era para o final de 2020, último ano dos mandatos parlamentares daquela legislatura. Tivesse sido implementada, já estaríamos desfrutando de um percurso de 1,2 km para atividades físicas nas margens dos rios e em meio à mata ciliar, de novos equipamentos públicos e de ampla e moderna iluminação alimentada por placa solar.

O anúncio do projeto, na época, surpreendeu a todos tanto pela riqueza de detalhes quanto pelo fato de ter sido gestado sob sigilo absoluto. Tornado público deve ter uma destinação digna, vale dizer, se possível mais nobre do que a lata do lixo, pois a população está cansada das promessas não cumpridas por parte de nossos governantes.


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo