“Por que não baixam as tarifas dos táxis para igualar a concorrência?”

Motoristas da Uber em Blumenau participaram de protesto nacional contra o PLC 28/2017 que será votado nesta terça-feira

“Por que não baixam as tarifas dos táxis para igualar a concorrência?”

Motoristas da Uber em Blumenau participaram de protesto nacional contra o PLC 28/2017 que será votado nesta terça-feira

Bianca Bertoli

Cerca de 50 motoristas do aplicativo Uber em Blumenau se reuniram em frente ao Ginásio Galegão na manhã desta segunda-feira, 30, para protestar contra o Projeto de Lei Complementar 28/2017 que será votado nesta terça, 31, no Senado Federal. Se aprovada, a lei vai regulamentar os aplicativos de transporte como Uber e 99 Pop, equiparando-os aos táxis.

A mobilização ocorre em todo o país. No Twitter, #LeidoRetrocesso, promovida pela Uber Brasil, é a hashtag mais digitada do momento. Em Blumenau, perto das 9h30 os motoristas saíram em carreata do Galegão e foram em direção à Câmara de Vereadores e Prefeitura,  onde promoveram um buzinaço.

Bianca Bertoli

Fábio Reich, motorista do aplicativo em Blumenau e um dos organizadores da mobilização na cidade, diz que a “a briga não é para não regulamentar. Pode regulamentar, mas sem esses absurdos que só vão nos prejudicar e prejudicar a população”.

Com a aprovação da lei, tributos municipais serão cobrados pela prestação do serviço e cada prefeitura poderá regulamentar e fiscalizar, tal como é feito com os taxistas. Hoje, 25% do valor das corridas feitas pelos motoristas da Uber vão para o aplicativo.

“Por que não baixam as tarifas dos táxis para igualar a concorrência?”, questiona Fábio.

Um Projeto de Lei Complementar para regulamentar o transporte individual foi proposto pela Prefeitura de Blumenau em agosto e está em tramitação na Câmara de Vereadores, aguardando o parecer jurídico. Nele, entre outras exigências, os motoristas deverão pagar taxas a fim de adquirir os documentos necessários para poder circular na cidade. Para a categoria, isso encarecerá o preço cobrado aos passageiros.

Luiz Garcia Santos, integrante da Associação Brasileira de Motoristas de Aplicativos em Blumenau, também estava na manifestação. Segundo o motorista, a cidade possui cerca de 800 condutores que trabalham através da Uber, atendendo mais de 100 mil chamados por mês. O centro de atendimento da Uber na cidade não informa o número de motoristas cadastrados.

 

Bianca Bertoli

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio