Prefeitura planeja abrir prolongamento da rua Humberto de Campos ao trânsito em junho

Falta concluir a sinalização, os pontos de ônibus e as passagens para animais

Prefeitura planeja abrir prolongamento da rua Humberto de Campos ao trânsito em junho

Falta concluir a sinalização, os pontos de ônibus e as passagens para animais

Redação

O prolongamento de dois quilômetros da rua Humberto de Campos, entre as ruas Marechal Deodoro e General Osório deve ser aberto ao trânsito em junho. O secretário de Infraestrutura Urbana, Régis Evaloir da Silva, explica que o asfalto e boa parte da sinalização estão prontos, mas ainda faltam detalhes na pintura.

Restam também outras demandas, como instalar placas de trânsito, pontos de ônibus e finalizar os passa-faunas. Se tudo ocorrer conforme o previsto, até meados de junho os trabalhos estarão concluídos.

A previsão anterior era concluir a obra entre o fim de abril e o início de maio. Silva afirma que a prefeitura trabalhava com a possibilidade de inauguração “no primeiro semestre”.

Clique aqui e veja em fotos como ficará o trânsito quando o prolongamento for concluído.

A obra

Maior obra pública municipal em andamento, o prolongamento compreende a extensão de dois quilômetros da rua Humberto de Campos até a rua General Osório, na confluência com a rua Tóquio. A realização integra o chamado “Corredor Oeste”, proposta da prefeitura para a melhoria da mobilidade urbana de Blumenau.

Ao todo, a estrutura será composta por três viadutos, com alças de acesso às vias laterais, retornos e uma ponte sobre o Ribeirão da Velha, com 60 metros de extensão. A Rua Humberto de Campos terá 30 metros de largura, passando a contar com seis faixas de tráfego, sendo três por sentido: duas para os veículos e uma para o transporte coletivo. Ao longo do trajeto, haverá canteiro central, passeios para pedestres e ciclovias.

Os acordos de desapropriação envolvem investimentos na ordem de R$ 30 milhões, viabilizados por meio de convênios com o governo estadual. Além disso, as execuções contam com cerca de R$ 40 milhões, financiados junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo