Protesto apoiado por entidades empresariais de Blumenau pede prisão de Lula

Manifestantes se reuniram em frente à prefeitura nesta terça-feira à tarde

Protesto apoiado por entidades empresariais de Blumenau pede prisão de Lula

Manifestantes se reuniram em frente à prefeitura nesta terça-feira à tarde

Julia Schaefer

Movimentos como o Instituto Verdade e Liberdade e o Vem Pra Rua, apoiados por entidades empresariais de Blumenau, promoveram uma manifestação no Centro de Blumenau nesta terça-feira. O grupo protestava contra a possibilidade de um habeas corpus ser concedido pelo Supremo Tribunal Federal ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta, 4, em Brasília.

Com camisas e bandeiras nas cores verde e amarela, os manifestantes se reuniram em frente à prefeitura. Estavam acompanhados do boneco inflável Pixuleco (que representa o ex-presidente vestido de presidiário).

A concentração começou um pouco antes das 18h. Uma hora mais tarde, a rua Padre Landel de Moura foi interditada pelo protesto. Depois, os manifestantes saíram em caminhada no entorno da prefeitura carregando uma bandeira brasileira à frente.

Apoio de entidades
A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Empresarial de Blumenau (Acib) apoiaram o movimento. O presidente da Acib, Avelino Lombardi, discursou aos presentes.

Segundo a CDL, “caso o STF decida pela não prisão em segunda instância, abre-se precedentes a qualquer pessoa condenada nesta situação, que pode se valer do mesmo direito: permanecer em liberdade até o julgamento em terceira instância”.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio