Quatro mulheres sofrem violência dentro de casa no sábado, em Blumenau

Em um dos casos, o companheiro tentou fugir pulando do terceiro andar de um edifício

Quatro mulheres sofrem violência dentro de casa no sábado, em Blumenau

Em um dos casos, o companheiro tentou fugir pulando do terceiro andar de um edifício

Redação

Num único dia, em um intervalo de 15 horas, a Polícia Militar de Blumenau foi acionada quatro vezes para prender homens que haviam agredido as próprias companheiras. A violência doméstica deste sábado acompanha tendência de alta deste tipo de crime na cidade.

O primeiro caso foi ao amanhecer, às 5h, na rua Gustavo Budag, bairro da Velha. O homem de 38 anos, ex-companheiro da vítima, entrou na casa com uma chave que havia desaparecido há quatro meses. Ele ficou violento assim que viu outro homem com a ex. Agrediu a mulher com socos e a ameaçou com uma faca e um garfo de churrasco. Policiais militares o levaram à delegacia.

Quatro horas depois, às 9h, na rua Botuverá, bairro Itoupavazinha, outra mulher acionou a PM porque vinha sofrendo agressões do companheiro, de 27 anos. O rapaz havia dado socos e puxões de cabelo na vítima. Ele também teria feito ameaças de morte à mulher e à filha dela.

Salto do terceiro andar

Quando os policiais tentaram prender o agressor, ele se trancou no banheiro, quebrou a janela basculante e se atirou do terceiro andar do prédio. Na queda, fraturou o pé direito e teve cortes provocados pelo vidro no rosto, braços, costas e perna direita. Ele foi conduzido ao Hospital Santo Antônio, onde foi atendido. Depois, recebeu ordem de prisão.

Às 20h30, na rua Vale do Selke, bairro Testo Salto, um homem de 33 anos foi encontrado já imobilizado por vizinhos. Ele ameaçava as pessoas do local, inclusive os agentes da Polícia Militar. Segundo relatos à PM, o homem embrigado ficou agressivo, ameaçou a mulher de morte e tentou incendiar a casa. Depois de contido, ele foi levado à delegacia.

Às 21h50, na rua Água Branca, bairro Salto Weissbach, um rapaz de 26 agrediu a companheira com chutes e puxões de cabelo. A Polícia Militar foi chamada para prendê-lo e conduzi-lo à Central de Polícia.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio