Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Pré-candidato ao governo, Jorginho Mello se aproxima de advogado para ser seu vice

Raul Sartori

Jornalista graduado em Ciências Sociais, atua na imprensa catarinense há cerca de 40 anos - raulsartori@omunicipio.com.br

Pré-candidato ao governo, Jorginho Mello se aproxima de advogado para ser seu vice

Raul Sartori

O vice
Aquele passarinho veio dizer que o senador Jorginho Mello (PL-SC) já escolheu seu companheiro de chapa para vice-governador: é o deputado federal Rodrigo Coelho (Podemos), advogado que já foi vice-prefeito de Joinville entre 2013 e 2016. Ficou conhecido pela atuação na área cultural, presidindo a Fundação Cultural do município.

Uso indevido
A 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Florianópolis concedeu liminar determinando que o governo do Estado forneça ao deputado Bruno Souza (Novo) acesso aos diários de bordo da aeronave Arcanjo-06 quanto aos voos realizados a pedido da Casa Civil. O governo tem o prazo de 72 horas para responder. Há forte suspeita de uso indevido pelo governador e secretários.

Repúdio ao ignorante
Diante da absoluta ignorância do ex-deputado federal Jean Wyllis, que associou ao nazismo e nazistas a prática e a existência de clubes de tiro em SC, a secretária de Cultura, Esporte e Lazer de Jaraguá do Sul, Natália Lúcia Petry, emitiu educada nota de repúdio lamentando o desconhecimento de um cidadão que se diz jornalista, doutorando em ciência política por universidade europeia e que ocupa o cargo de professor na Universidade Federal da Bahia. Mandou dizer a ele que os colonos alemães trouxeram para SC a tradição das sociedades de tiro, as danças e culinária típicas em 1906, ou seja, 40 anos antes do triste episódio da 2ª Guerra Mundial.

Ignorados
Várias câmaras de vereadores de SC estão fazendo homenagens a essa ou aquela pessoa por “relevantes serviços”, não raro até questionáveis. Que as faça, mas que tal dar uma repensada, nem que seja momentânea, como fez o Legislativo de São José, que promove sessão solene, amanhã, para homenagear 18 profissionais da saúde que fizeram e ainda fazem a grande diferença na área da saúde do município, em especial durante os mais de dois anos do flagelo da covid-19.

Representatividade recorde
Pelo acolhimento de propostas catarinenses, muitas com reflexo para a população, e abertura de espaços para a advocacia do Estado, o Conselho Pleno da OAB-SC aprovou por aclamação a concessão da Medalha João Baptista Bonassis, a mais alta honraria da instituição, ao presidente nacional da OAB, Beto Simonetti, que participou on-line da sessão de sexta-feira, 29, dia do seu aniversário, e em breve virá ao Estado recebê-la. A representatividade é recorde no plano nacional: além da vice-presidência, ocupada por Rafael Horn, 72 advogados de SC estão atuando nas coordenações, comissões e órgãos da OAB nacional.

Informal?
Na sua cada vez mais questionada autonomia, a UFSC promoveu uma “inovação” nas eleições para a reitoria, este ano, que a grande maioria das pessoas desconhece: o pleito que deu a vitória para Irineu Manoel de Souza e Joana Célia dos Passos foi “informal”. Consta que o Ministério da Educação e o Palácio do Planalto estão muito bem informados do que aconteceu, isto é, ignorou-se a lei federal 9.192/1995, que regula tal processo. Sua anulação é muito provável.

Lido, alhures
“O Comitê de Direitos Humanos da ONU declarou o juiz Sergio Moro “parcial” no julgamento de Lula. Mas muitos esperavam mais. O grande desejo é ver a roubalheira ser declarada honesta”.

Emendas de relator
A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional recebeu até sexta-feira 22.918 indicações que somam R$ 20,9 bilhões para execução de emendas de relator-geral do Orçamento, valor superior aos R$ 16,5 bilhões aprovados pelo Congresso Nacional na lei deste ano. Os Estados com o maior volume de indicações são a Bahia (R$ 2,2 bilhões), Maranhão (R$ 2,1 bilhões) e São Paulo (R$ 2 bilhões). A bancada catarinense (16 deputados federais e três senadores) apresentou 983 emendas, no valor de R$ 378 milhões.

Sociedade
O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), manifestou-se favorável à combinação de negócios, envolvendo R$ 3,2 bilhões, entre a Vitru Educação, controladora da Uniasselvi, com a UniCesumar. Assim, a Vitru passará a deter 100% do capital da UniCesumar. No último censo do ensino superior, divulgado em março, a Uniasselvi, que nasceu em SC, e UniCesumar foram, respectivamente, as instituições números 1 e 3 em crescimento no mercado privado de educação digital do Brasil, entre 2016 e 2020.

Fora do ponto
Tubarão sai na frente e pode ser uma das primeiras cidades de SC a adotar uma medida providencial: que os usuários de serviços de transporte coletivo passam desembarcar fora do ponto, preferencialmente diante de suas casas, após às 22 horas.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo