Ricardo Stodieck deixa Secretaria de Turismo e direção do Parque Vila Germânica

Empresário comandava ações turísticas de Blumenau desde 2013

Ricardo Stodieck deixa Secretaria de Turismo e direção do Parque Vila Germânica

Empresário comandava ações turísticas de Blumenau desde 2013

Evandro de Assis

O empresário Ricardo Stodieck (PSDB) deixa nesta segunda-feira, 27, o comando da Secretaria de Turismo e a direção do Parque Vila Germânica, em Blumenau, cargos que ocupava desde 2013.

A saída dele já vinha sendo ventilada desde o anúncio da segunda etapa da reforma administrativa do prefeito Mário Hildebrandt. Ainda não foi confirmado o nome do substituto.

Stodieck era contrário à integração do Parque Vila Germânica à administração direta do governo municipal. O posicionamento gerou desgaste com o prefeito Mário Hildebrandt, que comunicou a demissão na quinta-feira passada, após o retorno de Stodieck das férias.

“Nesse debate da reforma, tive uma opinião diferente da do governo, e isso naturalmente gera desgaste. Sem confusão, sem briga, o prefeito decidiu trocar o secretário para que esteja mais afinado com a reforma”, afirmou à Rádio Menina.

Mais burocracia, sem economia

Em conversa com a reportagem, Stodieck elogiou a extinção da URB e disse não poder opinar sobre vantagens e desvantagens de aglutinar as demais autarquias e fundações à administração direta. Porém, explicou por que não concordou com a transformação da Vila Germânica em secretaria, formato que a deixa mais perto do gabinete do prefeito.

De acordo com Stodieck, como uma fundação, a Proeb (nome oficial do parque Vila Germânica) tem autonomia para fazer compras com agilidade, gerindo seu próprio orçamento. Para ele, haverá aumento de burocracia nas ações em prol do turismo sem gerar economia para os cofres públicos.

O agora ex-integrante do governo afirmou que planejava deixar o cargo em novembro para evitar participar do processo eleitoral de 2020.

Atuação

No comando das pastas, Stodieck construiu um novo pavilhão no Parque Vila Germânica, estabelecendo uma parceria público-privada com a cervejaria Eisenbahn. Também se destacou por tornar a Oktoberfest uma operação superavitária e repassar o dinheiro para outros eventos, como Magia de Natal e Sommerfest. Em 2018, foram quase R$ 5 milhões de sobras financeiras.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo