Saiba como partidos de Blumenau se preparam para as eleições de 2020

Algumas das siglas já apontaram possíveis nomes para a corrida eleitoral

Saiba como partidos de Blumenau se preparam para as eleições de 2020

Algumas das siglas já apontaram possíveis nomes para a corrida eleitoral

Cristóvão Vieira

Daqui aproximadamente um ano, os eleitores blumenauenses saem de suas casas para definirem quem será o próximo prefeito – e também os novos vereadores. Embora pareça ser muito cedo para discutir o tema, os partidos já se reúnem e os bastidores da política se movimentam como nunca em Blumenau.

Tradicionais partidos, que inclusive já governaram a cidade – como PT, MDB e PSDB – buscam retomar suas posições. Já siglas que cresceram recentemente na cidade, a exemplo do Novo e do PSL, tentam surpreender e eleger um prefeito pela primeira vez em Blumenau.

Alguns destes partidos, inclusive, já apresentam nomes de possíveis candidatos em 2020. Entre eles estão figuras conhecidas, promotores, empresários, vereadores e líderes comunitários.

Saiba como alguns dos principais partidos de Blumenau se preparam para as eleições em 2020.

MDB

No próximo domingo, 20, haverá a convenção municipal do MDB para a eleição do diretório – atualmente, com chapa única. Na sequência, serão realizadas as reuniões de planejamento estratégico com o lançamento da nominata de vereadores.

Conforme explica Daniel Hostin, atual presidente do MDB em Blumenau, o diretório estadual do partido aprovou uma resolução na qual municípios que dispõe de emissoras de TV precisam ter candidatos à majoritária. “Agora com isso nós também começamos a trabalhar, a realizar conversas na busca de cumprir a resolução. O MDB entende que a repercussão em nível de TV fortalece o debate”.

Hostin vê como importante uma possível candidatura a prefeito pelo MDB. “É uma eleição de dois turnos, o que te dá a condição de ter um candidato. Claro que queremos a vitória, mas a eleição também será importante para fortalecer o partido perante a sociedade”.

Novo

É praticamente certa a participação do Novo com um candidato a prefeito para Blumenau em 2020. Elencando possíveis nomes em um sistema diferenciado – a diretoria nacional elaborou um edital para concorrência, em um processo seletivo bastante criterioso – um nome já foi aprovado: Dante Aguiar Arend.

Advogado e ex-tesoureiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Blumenau, Arend é muito bem visto pelo partido. Outras duas pessoas também participaram do edital, sendo que uma não foi classificada e outra, que preferiu não ser identificada, ainda está dentro do processo de seleção.

Conforme explica o principal representante do Novo no município, Rafael Boskovic, a lista ainda não é final. “Nós convidamos mais nomes para dar início ao processo seletivo. Entre eles estão o promotor Odair Tramontin e o empresário Ricardo Stodieck”.

Boskovic afirma ainda que é impossível que o Novo forme chapa com outro partido para lançar, por exemplo, um vice-prefeito. “Isso não vai acontecer. O Novo não identifica em nenhum outro partido as mesmas ideias e propostas”.

PSDB

Atual vereador e presidente do PSDB, Alexandre Matias explica que o presidente estadual do partido definiu que cidades com mais de 200 mil habitantes – caso de Blumenau – terão participação na eleição majoritária.

Matias também elencou nomes que estão no radar dos tucanos de Blumenau. Atualmente sem partido, o prefeito Mario Hildebrandt é cotado para entrar encabeçar a ideia. “Por todo o envolvimento que ele teve na chapa formada com o ex-prefeito Napoleão Bernardes, como vice, é um nome que vemos como importante para convidar”.

Matias cita também, como possíveis candidatos do PSDB em 2020, o ex-senador Dalírio Beber e demais vereadores do PSDB atualmente eleitos, casos de Jens Mantau, Sylvio Zimmermann e do próprio Alexandre. O presidente tucano, contudo, não descarta a possibilidade de que o PSDB forme chapa e lance um candidato a vice-prefeito. “Na política, tudo se conversa”.

PSL

Deputado estadual e presidente do PSL em Blumenau, Ricardo Alba afirma com todas as letras que o PSL terá um candidato a prefeito em Blumenau. “Ainda não temos nomes definidos. Primeiro vamos montar uma forte nominata de vereadores”.

Ele explica que os perfis da nominata são diversos. “Temos empresários, líderes comunitários, todo tipo de perfil. Estamos fazendo muitas reuniões não só em Blumenau, mas em todo o Vale do Itajaí para que sejam lançados prefeitos, e não candidatos a vice”.

PT

O enfraquecimento dos partidos de esquerda no Brasil, com uma clara demonstração nas urnas em 2018, fez com que os adeptos destas siglas em Blumenau unissem forças. O grupo está criando um fórum dos partidos de esquerda, que já conta com a composição formada por PT, PCdoB, PSOL e PCB. Nos próximos dias serão realizadas também conversas com o PDT e o PCO de Blumenau.

Uma das intenções desta união de forças é justamente a discussão a respeito das eleições municipais de 2019, possibilitando a formação homogênea de um nome. Segundo explica Erlédio Pering, atual presidente do PT, tudo isso será discutido em reuniões que serão realizadas nos próximos meses.

Conforme afirma Pering, o PT tem experiência em governar Blumenau. “O PT governou Blumenau em dois mandatos. Agora, sentimos que as últimas administrações abandonaram as comunidades. Ainda bem que tivemos Décio Lima, que realizou grandes obras e deixou legado para o município”.

Pering acredita que o PT tem nomes fortes para entrar na disputa para prefeito em 2020, como o próprio Décio e também Ana Paula Lima, além do vereador Adriano Pereira.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo