Secretária executiva diz ter sido pega de surpresa com extinção da ADR de Timbó

Lúcia Steinheuser Gorges acredita que as demandas do Médio Vale do Itajaí serão transferidas para Blumenau

Secretária executiva diz ter sido pega de surpresa com extinção da ADR de Timbó

Lúcia Steinheuser Gorges acredita que as demandas do Médio Vale do Itajaí serão transferidas para Blumenau

Julia Schaefer

A secretária executiva da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Timbó, Lúcia Steinheuser Gorges, diz ter sido pega de surpresa pela notícia de que a unidade será extinta pelo governador Eduardo Pinho Moreira (PMDB). Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira, 21, o governador anunciou a desativação de outras 14 ADRs. O intuito dele é diminuir cargos comissionados.

Lúcia disse que soube da suspensão por meio da imprensa. Acredita que o estado marcará uma reunião nos próximos dias para explicar como será a transição.

“Eu fiquei sabendo pela imprensa. Foi de surpresa, a gente não sabia”, explica.

A secretária acredita que as demandas da ADR de Timbó, que abriga também outros seis municípios, serão repassadas a Blumenau. No entanto, tem dúvidas quanto à transição dos órgãos responsáveis pela administração da saúde, educação, defesa civil, entre outros.

“Pelo o que ele (governador) falou de manhã, é Blumenau que receberia as demandas dos nossos municípios”, cogita.

Lúcia não se opõe à extinção, entendendo ser um fato político, mas lamenta por não ter sido notificada com antecedência para conseguir informar à comunidade e dar encaminhamento aos trabalhos desenvolvidos.

“Na minha concepção, o difícil não é suspender as atividades, é o pouco tempo que nós temos para fazer tudo. Se tivessem entrado em contato em dezembro do ano passado dizendo que, por exemplo, em julho nós iríamos fechar, teríamos esse prazo para encaminhar tudo. Mas nós só teremos cerca de sete dias”, afirma.

A ADR de Blumenau, administrada pelo secretário executivo Emerson Antunes, informou, por meio de assessoria de imprensa, que não se manifestaria sobre o caso.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio