Pouca gente hoje em Blumenau deve ter visto in loco as participações do Blumenau Esporte Clube na Copa do Brasil de 1989, quando enfrentou o Flamengo de Zico e companhia, e na série B do Campeonato Brasileiro do mesmo ano. Também não devem ter visto os dois jogos da final do Campeonato Catarinense de 1988 contra o time do Avaí, de Florianópolis.

O último título no futebol profissional da cidade de Blumenau foi em 2018, quando o Metropolitano venceu a segunda divisão do Campeonato Catarinense. Depois disso, nem BEC e nem Metropolitano fizeram grandes coisas nos campeonatos que participaram.

Aliás, o Metropolitano foi criado em 2002 para reacender a chama do futebol profissional da cidade, mas cometendo os mesmos erros amadores do BEC, acabou não vingando e hoje respira por aparelhos.

Mas apesar de tudo isso que aconteceu, o blumenauense ainda sonha em ver um time daqui conquistar um campeonato catarinense e disputar um campeonato brasileiro como, por exemplo, faz hoje a Chapecoense.

A própria Chapecoense saiu de um estado falimentar para uma posição que levou o nome de Chapecó para o Brasil, tudo porque teve um prefeito que soube reunir os empresários da cidade e mostrou que o futebol pode sim ser uma bela alternativa para alavancar recursos para os vários setores de um município como a capital do oeste catarinense.

Por aqui, um grupo de pessoas criou o “Movimento Popular Joga em Casa Blumenau” que tem a intenção de mobilizar a sociedade para a construção de um estádio municipal. Mas a pergunta que fica é: Valeria a pena colocar dinheiro público para construir um estádio de futebol?

Num primeiro momento, se a resposta for por impulso, a grande maioria vai dizer que não e que dinheiro público é para a saúde, educação e coisas mais importantes que a cidade necessita.

Mas não vemos ninguém reclamar quando a prefeitura coloca dinheiro para reformar o Vapor Blumenau ou coloca dinheiro para reconstruir o Frohsin.

Um estádio de futebol, além de se transformar num local de lazer para o morador da cidade, pode ser um lugar de grandes eventos, pode servir como um centro esportivo para as categorias de base do esporte blumenauense, poder ser um local com várias lojas, com um museu interativo do esporte vitorioso de Blumenau e tudo mais que uma arena comporta nos dias de hoje.

O futebol é uma das ferramentas que pode alavancar o turismo na cidade, pode trazer pessoas para comprarem no comércio local, pode trazer pessoas para comerem nos restaurantes da cidade e pode levar o nome de Blumenau para todo o Brasil, mas parece que políticos daqui têm mais propensão para a construção de templos do que propriamente um estádio de futebol.

Segundo informações do vereador e presidente da Câmara de Vereadores, Egidio Beckhauser (Republicanos), a Prefeitura de Blumenau pode fazer o projeto da construção do estádio municipal, que beneficiaria o futebol e os demais esportes da cidade, e ir pleitear as verbas disponíveis para o esporte na Secretaria Nacional do Esporte, do Governo Federal.

Obviamente que, como a construção de qualquer obra na cidade, o estádio pode ser sim uma opção viável em Blumenau se houver a vontade de políticos que remem para o mesmo lado e consigam trazer a iniciativa privada junto nessa empreitada.

O blumenauense gosta muito de esporte e de futebol e esse estádio poderia ser o começo de uma nova era na cidade, assim como foi a construção do primeiro shopping, a construção da ponte do Tamarindo e a construção da nova Vila Germânica.

Os administradores daqui têm que parar de pensar pequeno e de querer fazer as coisas apenas olhando para dentro da cidade. A partir do momento que a gente parar de dizer que temos a melhor cidade, mas que a queremos apenas para o consumo interno, não vamos mais ver outros municípios abocanhar os recursos e levar o desenvolvimento para longe de Blumenau.

Podemos chegar num ponto em que, ou os administradores mudam o pensamento, ou a população terá que mudar os administradores, pois tá mais do que na hora de Blumenau voltar a crescer e se reinventar.


Receba notícias no seu WhatsApp: basta clicar aqui para entrar no grupo do jornal

Clique aqui e inscreva-se no canal no YouTube do jornal O Município Blumenau. Vem muita novidade por aí!

13 COMENTÁRIOS

  1. Eu tive o prazer de acompanhar o futebol de Blumenau, dês dos tempos de Palmeiras, e Olímpico. E é muito vergonhoso , hoje ver um time de futebol da cidade, ter que ficar implorando para poder jogar em outra cidade, longe da sua torcida, por não ter um estádio na cidade. isso é lamentável.

  2. No passado teve politicos q por diverssas vezes ganharam as eleições só com maquetes de Estádio de Futebol ,esse comentário é fato ,e não venham dizer q não é verdade

  3. Com estas cabeças “ocas que temos em nossa cidade!!! Esperem sentados. Uma cidade que não consegue planejar nem o trânsito, vai fazer futebol. Ficou só na oktoferfest e deu. Falta pessoas com visão e coragem e peitar o futuro e não ficar remendando coisas velhas. Pensar grande é coisa para pessoas inteligentes coisa que por aqui está difícil de encontrar.

  4. Para que Estádio Futebol, pois os time os de Blumenau só perdem. Com o dinheiro que seria o investimento do estádio, que construam escolas profissionalizantes
    sem custo tipo Senai para que os menos favorecidos constituem uma profissão e não precisem pedir esmolas para o governo federal. Hoje se precisar, não se encontra mais nenhum torneiro mecânico, frezador, ajustador ou outro serviço qualquer a não ser CNC, cuja formação é caríssima.
    Pensem nisso e nos seus filhos que dará mais futuro.

  5. Novamente, primeiro o ovo ou a galinha…..????
    Hj o futebol, como qquer outra atividade, além de tratar de “paixão”, não pode desconsiderar a “razão”… No mundo todo o futebol também é “um negócio” e precisa de “resultados” para se manter. A “paixão”, fica por conta dos torcedores pois na sua grande maioria, os jogadores, não tem “camisa”…. para eles é um negócio….
    Um estádio 🏟 hj, por si só, não se justifica…
    Negócio (futebol) precisa de resultado… se der positivo, evolui, cresce, se desenvolve… caso contrário!!!!
    Vejamos o caso do Brusque… Mostrou “resultado” e despertou interesse da iniciativa privada, sinalizando com a possibilidade da construção não de um estádio, mas sim uma Arena Multiuso, como o caso do Allianz Parque, uma parceria do Palmeiras com uma empresa…
    Se a região tiver potencial econômico, que no nosso caso tem, e mostrar resultado, quem sabe “despertaria” interesses empresariais na sua construção, caso contrário, na minha opinião, continuaremos esperando ou pelo ovo, ou pela galinha…

  6. Nem só de futebol vive Blumenau. Temos o time de futebol americano Blumenau Vikings atual vice campeão da copa sul. Tem muito mais benefício. Só tirar do papel.

  7. O Governo não tem donde buscar recursos para construir estádios ou arenas esportivas como chamam atualmente, não bastam os exemplos dos estádios da copa das copas? Os aproveitadores de verbas públicas deveriam mudar o foco e tentar vender a ideia para os empresários, quero ver quantos embarcariam nessa canoa que vai naufragar. Vejam o BEC e o Metropolitano, dois times falidos que pedem parcelamento em dez anos de seus débitos trabalhistas com os jogadores. É preciso deixar o poder público gastar seus recursos com coisas mais importantes para o Povo. Incentivos ao esporte pode ser feito por meio de isenção de impostos por determinado período e não por gasto direto. Haja paciência com a insistência desses aproveitadores, eles que tirem dinheiro do próprio bolso por seu próprio risco.

  8. Boa tarde

    Acho que o poder público deve investir esses recursos em serviço que favoreçam o município e seus habitantes e não ao clube de futebol que não da emprego que tanto precisamos.
    Os esportes são de grande relevância, mais trazem mais facilidades para desvios de verbas públicas e corrupção.

  9. e não tem que ter mesmo, se for para dar prioridade tem que ser para o esporte amador de blumenau, e não para time de futebol que vivem em um mundo fora da realidade pagando enormes salários para jogadores desqualificados, se eu quero abrir uma empresa eu tenho que me virar, agora os times de futebol querem dinheiro público para lucrar, assim fica fácil. Também quero uma galpão próprio para minha empresa, sem eu precisar gastar nada, mas não eu sou obrigado a alugar pq os bancos principalmente os de fomentos só emprestam dinheiro para grandes empresas deixando os pequenos e médios empresários tendo que se virar. Blumenau não tem tradição no futebol profissional, bec sempre foi um fiasco e tinha estádio, metropolitano é outro fiasco, então que faça um autódromo aposto que teria muito mais serventia, eu não quero meu dinheiro no futebol, muito menos para financiar esses times onde jogadores ganham salários fora da realidade, enquanto quem trabalha e estuda não recebe nem próximo. Futebol profissional é feito por dirigentes que sugam o dinheiros dos clubes e jogadores que recebem muito além do que deveriam, se torna uma lavagem de dinheiro e deixa de ser um esporte.
    Se for para investir que consigam ampliar o galegão para o nosso esporte amador possa utilizar ele.

  10. Todas as ideias pra alimentar o turismo de Blumenau são bem vindas. Tenho certeza que a atual gestão que teve 2 ótimos anos e que fez a cidade crescer, não consegue de imediato mudar coisas que se arrastam há décadas na prefeitura. Mas aos poucos eles vão chegando lá e creio que a iniciativa é muito válida. Blumenau merece um estádio.

  11. Acho importante estes investimentos para alavancar também o turismo regional.
    Legal seria fazer um projeto integrado a grandes eventos, não só futebol, mas shows e apresentações.
    Tem tecnologia hoje para preservar o gramado.

  12. Blumenau: a cidade turística com uma rodoviária jogada às traças, feia e horrível, que não tem um aeroporto viável e decente (ou nem tem isso), que tem entradas da cidade cheias de buraco e obras inacabadas desde século passado, que tem uma única festa tradicional movida a cerveja, que não tem um centro de eventos, que tem vários projetos de ponte, mas não tem um elevado e ainda põe um semáforo a cada 50m, que asfalta uma via já em bom estado, mas não pavimenta uma transversal de barro logo ali perto do centro. Blumenau, a cidade que pensa como um vilarejo e parou no tempo. O estádio municipal não se usa apenas para aquelas peladas do fim de domingo, mas para todos os eventos esportivos e culturais, não só para BEC e Metrô, mas para o futebol americano, para o flag footbal, para o atletismo, para os shows artísticos e culturais que possam ser realizados, para a escolinha esportiva para crianças e jovens, como fonte de renda e emprego. Ademais, entendam que desviar verba pública destinada ao esporte para sanar a falta de saúde e saneamento é crime. Pra mudar isso você precisa mudar a lei, e mudando essa lei, você deixa de beneficiar atletas amadores, bolsas e projetos esportivos do país inteiro, gente que sobrevive disso de maneira responsável. Vocês precisam parar de reclamar e entender que verba pública destinada ao esporte não pode ser aplicada em outro setor. E NÃO, não aceito também que times profissionais sejam alvo de destinação de verba pública, mas vocês precisam entender que o estádio não é do BEC nem do Metrô, é da cidade de BLUMENAU. A cidade tem um enorme potencial esportivo, olhem os atletas que se destacam nacional e internacionalmente, basquete, handebol, xadrez, atletismo. Olhem o Jogos abertos de SC, os jogos estudantis da Primavera. O estádio será para uso de todos! Parem de pensar pequeno achando que o estádio será de um time de futebol.

Deixe uma resposta