Servidores públicos de Blumenau aprovam 24 reivindicações da campanha salarial

Próximo passo é levar a pauta aprovada para a prefeitura antes das primeiras rodadas de negociações

Servidores públicos de Blumenau aprovam 24 reivindicações da campanha salarial

Próximo passo é levar a pauta aprovada para a prefeitura antes das primeiras rodadas de negociações

Redação

Os servidores públicos municipais de Blumenau aprovaram, em assembleia geral realizada na tarde desta quinta-feria, 12, a pauta com 24 reivindicações da campanha salarial deste ano. Uma comissão formada por cinco servidores será responsável pelas negociações com a prefeitura, que ainda não têm data definida.

Além de pedidos como reajuste do vale alimentação de R$ 18 para R$ 25, reposição integral do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) deste ano e de 2018 na folha de pagamento de maio, os servidores aprovaram pedidos relacionados ao plano de carreira em diversas áreas. Confira os principais pontos:

– Vale alimentação para todos servidores municipais.

– Aplicação do reajuste de 6,81% do piso nacional do magistério na tabela.

– Hora-atividade integral para o magistério com seguinte cronograma: elaboração em junho, apresentação e discussão com a base em julho e encaminhamento para câmara em agosto.

– Continuidade dos reenquadramentos salariais (recuperando perdas salariais) respeitando o acordo de fim da greve de 2014.

– Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da saúde: restabelecer os valores originais das gratificações de serviços especiais previstos no PCCS da saúde (lei 1.047/16).

 

– Implementar quadro de lotação dos servidores em todos os setores. É preciso ter claro qual o local de trabalho de todos os servidores, quais cargos estão abertos, e onde faltam servidores.

– Apresentar resultado do estudo referente a extinção das funções gratificadas: exceto dos gestores/coordenadores e chefias, reenquadrando e incorporando ao salário.

– Fim da terceirização/realização de concurso público.

– Informatização da área azul, garantia de equipamento de proteção individual para todos.

– Mesa de negociação permanente: estabelecer cronograma real de reuniões, para que as questões pontuais de cada órgão ou secretaria possam ser discutidas e encaminhadas.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio