Tartaruga marinha é encontrada morta na praia de Cabeçudas, em Itajaí

Animal encalhou na orla da praia na tarde deste domingo

Tartaruga marinha é encontrada morta na praia de Cabeçudas, em Itajaí

Animal encalhou na orla da praia na tarde deste domingo

Redação

Uma tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) foi encontrada morta na praia de Cabeçudas, em Itajaí, na tarde deste domingo, 19. O animal encalhou na orla e já estava em avançado estado de decomposição.

Moradores e turistas acionaram o Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMB-BS), da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), que recolheu o animal após análise preliminar ainda na praia.

A tartaruga foi levada para a Unidade de Estabilização de Animais Marinhos da Univali, em Penha, onde passará por análise veterinária, com o intuito de identificar a casusa da morte, se possível, e avaliação de indícios de interação com humanos.

A tartaruga-cabeçuda é uma das cinco espécies ocorrentes no litoral brasileiro. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, a espécie encontra-se em perigo para extinção e vulnerável no relatório da União Internacional para a Conservação da Natureza. No ano passado, o PMP-BS registrou 52 tartarugas-cabeçudas, sendo que somente duas estavam vivas durante o resgate.

As tartarugas marinhas, assim como a maioria dos animais marinhos, são vítimas da poluição no mar, da pesca acidental e outras interações antrópicas. Quando capturadas acidentalmente, morrem por afogamento, pois precisam subir até a superfície para respirar. Já a ingestão de lixo dá a sensação de saciedade no animal, que se alimenta menos e fica debilitado e desidratado, além de desenvolver complicações estomacais.

O que fazer ao encontrar animais marinhos nas praias?

Avisar imediatamente o PMP-BS pelo telefone 0800 642 3341 e informar o local de encalhe. A ligação é gratuita e funciona diariamente das 8h às 17h30min. Se possível, fazer uma foto do animal e enviar no WhatsApp que será informado pela central de atendimento.

O PMP-BS é uma atividade desenvolvida para o atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos, conduzido pelo Ibama.

O projeto é realizado desde Laguna (SC) até Saquarema (RJ), sendo dividido em 15 trechos. A Univali monitora o Trecho 4, compreendido entre Governador Celso Ramos a Barra Velha.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo