Casal morre após carro afundar na enxurrada, em Blumenau

Veículo foi arrastado durante tempestade na tarde deste sábado

Casal morre após carro afundar na enxurrada, em Blumenau

Veículo foi arrastado durante tempestade na tarde deste sábado

Evandro de Assis

Duas pessoas morreram depois que o carro onde estavam foi arrastado pela enxurrada deste sábado, 31, na Itoupavazinha. O Corpo de Bombeiros de Blumenau encontrou o Renault Sandero por volta das 22h na rua Osmar José dos Santos, perto do local em que afundou.

João Carlos Haskel, 59 anos era o motorista e foi encontrado já sem vida dentro do veículo. O corpo da esposa dele, Isabel Cruz, 52 anos, foi lançado para fora do carro e só foi encontrado na manhã deste domingo pelo Corpo de Bombeiros.

O automóvel desapareceu em um ribeirão que corta a rua Rubens Pacheco durante o temporal que caiu em Blumenau. O momento em que ele desapareceu foi registrado por João Alves Rodrigues. Confira no vídeo:

O carro foi arrastado até a rua vizinha, perto da Jacob Ineichen. Ele bateu numa ponte, afundou e passou por debaixo da travessia. Ao fim do vídeo é possível ver o automóvel desaparecendo nas águas barrentas.

101 milímetros de chuva

Três horas de chuva pesada causaram alagamentos, deslizamentos e estragos em diversos bairros de Blumenau na noite deste sábado. De acordo com o vice-prefeito Mário Hildebrandt, que foi à prefeitura na noite deste sábado acompanhar o trabalho da Defesa Civil, foram 101 milímetros de chuva na Itoupavazinha. A média histórica para todo o mês de março em Blumenau é de 147 milímetros.

Houve alagamentos na Escola Básica Municipal Machado de Assis, na Itoupava Seca, e em creches dos bairros Badenfurt e Itoupavazinha. De acordo com Hildebrandt, equipes da Secretaria de Serviços Urbanos vão a campo neste domingo para desbloquear vias interrompidas por quedas de barreira e limpar bens públicos atingidos.

“Nossa preocupação é com a previsão do tempo para a tarde de amanhã (domingo). A situação prevista é parecida, com chuva que pode cair a qualquer momento em qualquer região da cidade”, informou.

Conforme a Celesc, mais de 15 mil unidades consumidoras ficaram sem energia na regional de Blumenau devido às chuvas. A estatal prometeu normalizar a situação até 22h30.

Outros municípios

De acordo com a Defesa Civil estadual, foram 84 milímetros em apenas três horas na estação que fica na área central de Blumenau. Confira os volumes mais altos registrados no estado:

Indaial – 86mm
Pomerode – 85mm
Blumenau – 84mm (Na Itoupavazinha foram 101 mm)
Timbó – 59mm
Jaraguá do Sul – 51mm
Luiz Alves – 42mm
Santa Rosa do Sul – 38mm
Meleiro – 35mm

Alagamentos

Como o solo já estava molhado devido ao tempo instável dos últimos dias, diversas ruas encheram d’água. Houve alagamentos em pontos como a rodoviária, a rua São Paulo (esquina com Camboriú), Antônio da Veiga, Almirante Barroso e no trevo do Celeiro do Vale, na BR-470. Na Itoupavazinha, um carro foi arrastado pela enxurrada e afundou.

Deslizamentos

A Defesa Civil de Blumenau atendeu a 65 ocorrências até 21h. Segundo o secretário de Defesa do Cidadão, Rodrigo Quadros, foram “vários deslizamentos” na cidade. Em um deles, na rua Christiano Karsten, bairro Itoupavazinha, o barranco interrompeu totalmente o trânsito. Também na Itoupavazinha, a rua Henrique Mette ficou interditada por outro deslizamento.

Rua Christiano Karsten. Foto: Guarda de Trânsito/Divulgação 

Leia também

Investidores planejam construir escola privada na rua XV de Novembro, em Blumenau

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio