VÍDEO – Após 28 anos separados, irmãos se encontram em hospital de Santa Catarina

Reencontro ocorreu após homem ser internado com sintomas de Covid-19 e mobilizar assistentes sociais

VÍDEO – Após 28 anos separados, irmãos se encontram em hospital de Santa Catarina

Reencontro ocorreu após homem ser internado com sintomas de Covid-19 e mobilizar assistentes sociais

Redação

São Francisco do Sul pôde registrar nesta quinta-feira, 20, o encontro emocionante entre dois irmãos que não se viam há 28 anos. Após Carlos Alberto Farias, de 55 anos, ser internado com sintomas de Covid-19, as equipes de Assistência Social do hospital e do município passaram a procurar a família do paciente.

A história de Carlos Alberto, é semelhante a de muitas pessoas que sofrem pelas ruas do Brasil, passando por dificuldades e que, em muitos casos, sofrem com a falta de empatia. Dependente de álcool, Carlos deu entrada no Hospital Nossa Senhora da Graça, em 16 de dezembro de 2021, com sintomas de Covid-19.

Ele não tinha lembranças de sua origem familiar, pois em 2017, sofreu um acidente que afetou a memória. Segundo a assistente social Márcia Alves Walter, do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano, que gere o hospital, as lembranças de Carlos Alberto eram falhas e tinha lampejos.

“Nós conversávamos com ele todos os dias, e quase sempre ele dava nomes e endereços que ao verificar, não eram de parentes dele. Mas, finalmente, na semana passada, ele conseguiu dar um nome e a cidade de um possível familiar, em Jaraguá do Sul, que acabou confirmando o parentesco. Ao falar com uma mulher, que se identificou como irmã de Carlos Alberto, ela disse, inclusive, que ele estava desaparecido há 28 anos, e era dado como morto pela família”, afirmou Márcia.

Carlos Alberto estava muito feliz com o desfecho de sua história, e preparado para iniciar um novo capítulo na sua vida. “Eu estou muito contente, agora que reencontrei minha família. Acredito que tudo vai melhorar”, afirmou Carlos.

Os familiares de Carlos, que vieram para reconhecê-lo e levá-lo para casa, em Jaraguá do Sul, também estavam muito emocionados. “É um dia muito especial para mim e para minha família. Meu irmão já estava desaparecido há 28 anos. A gente achava que ele tinha morrido, mas graças a Deus, está vivo. Agora é seguir em frente” afirmou a irmã de Carlos, Vera Lúcia Farias, emocionada.

O médico João Miranda, responsável clinico por Carlos Alberto, afirmou que o paciente está bem, mas precisa de cuidados especiais e acompanhamento constante. “Ele tem algumas comorbidades, principalmente, no aparelho respiratório, mas pode ter cuidados em casa, e seguir a vida”, declarou o médico.

O trabalho de buscas foi uma parceria entre os assistentes sociais do hospital e da prefeitura. “Um dos momentos mais importantes, como profissionais e seres humanos, é ver a esperança nos olhos de quem há muito a havia perdido”, declara Sandro Maier Cardoso, secretário de Assistência Social de São Francisco do Sul.

Veja vídeo sobre o reencontro


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Blumenau. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo