Adolescente confessa assassinatos de idoso e jovem de 22 anos em Blumenau

Divisão de Homicídios apresentou responsável por crimes cometidos em abril no bairro Itoupavazinha

Adolescente confessa assassinatos de idoso e jovem de 22 anos em Blumenau

Divisão de Homicídios apresentou responsável por crimes cometidos em abril no bairro Itoupavazinha

Redação

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil de Blumenau identificou o autor de dois homicídios ocorridos no bairro Itoupavazinha neste mês de abril. Um rapaz de 16 confessou ter cometido os dois crimes. Ele foi apresentado na Central Polícia nesta terça-feira, 17.

O primeiro assassinato foi no dia 3 de abril, quando Roland Gebien, de 67 anos, foi morto no sítio em que morava. O homem estava trabalhando no quintal quando a família ouviu um disparo de arma de fogo. O corpo tinha marcas de tiros e ferimentos com arma branca.

Segundo o adolescente, ele estava passando pelo matagal atrás da casa de Roland quando o idoso percebeu a presença dele:

“Na verdade, ele pulou em mim pra tentar me desarmar, eu tive que fazer”, conta, negando que estava no local para roubar a residência.

Para o delegado Bruno Effori, a morte de Gebien foi um latrocínio. Uma segunda pessoa, tio do adolescente, também estaria envolvida no crime. A polícia suspeita que ele fugiu para o Paraná.

Dívida de R$ 80

Uma semana depois da morte de Gebien, no dia 11 de abril Djonatam Luiz Alvez foi morto com um tiro no peito dentro de casa. Ele foi encontrado pelo cunhado, caído na sala da residência, que fica na rua Angela Grassmann, também na Itoupavazinha. A polícia também investiga se outras pessoas participaram do crime.

Na delegacia, o adolescente afirmou que um desentendimento por causa de uma dívida de R$ 80 o teria levado a cometer o homicídio. Segundo o garoto, Alvez o ameaçava de morte. O delegado Bruno Effori afirma que ambos estavam envolvidos com o tráfico de drogas e facções criminosas.

Segundo Effori, o adolescente já tinha passagens por assalto, tráfico e tentativa de homicídio. Ele estava foragido há cerca de três meses do Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep), para onde voltará agora.

Leia também

Onde fazer documentos como identidade, CNH, CPF, carteira de trabalho e título de eleitor em Blumenau

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo