Advogada de Everton Balbinott lê salmo antes de defender réu

Ela também falou que acusado de matar Bianca Wachholz não é monstro, mas 'matérias vinculadas a ele' fizeram acreditar nisso

Advogada de Everton Balbinott lê salmo antes de defender réu

Ela também falou que acusado de matar Bianca Wachholz não é monstro, mas 'matérias vinculadas a ele' fizeram acreditar nisso

Redação

A advogada de defesa de Everton Balbinott, Ediléia Buzzi, fez a leitura de um salmo bíblico antes de começar seu pronunciamento e relatar sobre a vida e o comportamento de Everton. Ela também afirmou que o réu não é um monstro, mas que ‘matérias vinculadas’ a ele fizeram com que jurados acreditassem nisso, em uma crítica à atuação da imprensa sobre o caso.

“A educação que eles deram para o Everton foi a melhor”, defendeu, contando um pouco sobre a relação do réu com a família e a vida de pintor que ele levava. E seguiu. “Isso vai trazer a Bianca de volta?”, disse advogada sobre a possibilidade de Everton passar anos na cadeia.

Confira a cobertura em tempo real do júri popular

Everton ficou atento ao que a defensora dizia, em voz baixa. Em alguns momentos ele olhava discretamente para a plateia, mantendo uma das mãos sobre o rosto, arrumando a roupa ou mexendo nas unhas.

Antes dela, o advogado, também de defesa, Jeremias Felsky, afirmou que uma psicóloga que avaliou Everton se negou a escrever sobre o estado mental dele. “Ela disse que só faria se o juiz ordenasse”, lamentou Jeremias Felsky.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo