Tendência mundial e que será um divisor entre as empresas que se mantêm ou não no mercado nos próximos anos, o ESG (Environmental, Social and Governance) torna-se o principal foco do LIDE SC – Grupo de Lideranças Empresariais de Santa Catarina.

“O objetivo é disseminar o conceito e a aplicação de estratégias relacionadas ao meio ambiente, responsabilidade social e ações de governança para construirmos um Estado ainda mais forte e referência para todo o país. Queremos que Santa Catarina fortaleça seu destaque em desenvolvimento e as empresas precisam liderar esse avanço, pois o propósito e o impacto do ESG auxiliam na formação de uma agenda transformadora para a Nova Economia”, explica o presidente da entidade, Delton Batista.

Para tanto, as ações que já vêm sendo realizadas nos últimos meses pela instituição unem-se ao lançamento da Plataforma ESG – LIDE SC, que acontece nos próximos dias. “Vamos concentrar soluções concretas para que a agenda ESG protagonize o modelo de negócios e o processo de tomada de decisão das empresas catarinenses”, pontua o presidente.

Em regra, ESG é uma estratégia essencial para as empresas que querem melhorar seu valor e imagem no mercado, com projetos que se preocupam com sustentabilidade, governança e posicionamento que gere diferenciação. É um assunto recorrente no mercado internacional, mas agora que está sendo discutido fortemente no Brasil e ainda é um assunto relativamente “novo” para Santa Catarina e a maioria das empresas na nossa região.

Plataforma ESG – A plataforma, dentro do portal da entidade, irá oferecer diferentes iniciativas como cursos, eventos, lives e pesquisas, além de conteúdos produzidos pelo LIDE e por importantes empresários do Estado. O primeiro curso gratuito e já disponível, em parceria com B3, XP e BlackRock, pode ser acessado no site da B3 Educação.

Entre as ações já anunciadas, estão o “Estímulo 2020”, movimento privado e sem fins lucrativos que oferece apoio financeiro para pequenos empreendedores; a campanha “Todos pela Vacina”, uma grande rede de entidades unidas para promover a conscientização sobre a importância da vacinação contra a Covid-19 e acelerar o processo de imunização; o movimento “É Hora de Acelerar”, que reúne diferentes modelos de eventos e conteúdos para estimular o mercado catarinense a combater os reflexos da pandemia na economia.

Em um destes eventos da entidade, ocorrido em abril, a presidente da Microsoft, Tânia Cosentino, explicou a visão de sustentabilidade como negócio da multinacional e como única saída para a economia global. Para Tânia, essas são pautas importantes para clientes, consumidores finais, investidores e talentos das empresas e que tem como consequência o sucesso do negócio. “Uma empresa líder de mercado tem que ter compromisso social e ambiental. Somos responsáveis pelos impactos na sociedade e no planeta” afirmou.

ESG – Ações relacionadas à emissão de gases e poluentes, energia limpa e renovável, preservação da natureza, combate ao preconceito e desigualdade de gênero, direitos humanos, além da gestão transparente e participativa, são alguns dos elementos que compõem as boas práticas do ESG.

“Esta nova onda já está conduzindo as ações de lideranças de todo o mundo para um planeta mais sustentável e que, no momento atual, vai nos guiar na recuperação econômica depois da pandemia. É a multiplicação de capital com propósito”, afirma Delton.

Empresários – Entre as iniciativas, está a produção de artigos feitos por líderes empresariais do Estado, contando os cases de boas práticas ESG. Estes serão divulgados na Plataforma, nas redes sociais do LIDE SC e em espaços de grupos de comunicação parceiros.

“Para a nova economia, é indispensável incluir no planejamento consciência e sustentabilidade. A consciência de que vivemos em simbiose com todo o ambiente ao redor, e sustentabilidade para pensarmos em soluções que também estejam em harmonia com o todo, e que gere retorno para as lideranças, para a sociedade e para o Estado, conclui Delton Batista.

Deixe uma resposta