Delegado explica ação que prendeu fiscal da Faema de Blumenau

Ele detalhou a operação que ocorreu na tarde desta sexta-feira, 19

Delegado explica ação que prendeu fiscal da Faema de Blumenau

Ele detalhou a operação que ocorreu na tarde desta sexta-feira, 19

Bianca Bertoli

O delegado Lucas Gomes de Almeida detalhou o caso da prisão de um fiscal da Fundação do Meio Ambiente de Blumenau (Faema) na tarde desta sexta-feira, 19.

Ele havia cobrado propina no valor de R$ 5 mil para construtores de uma obra de casas geminadas no bairro Fortaleza, segundo informações da Polícia Civil. Caso os responsáveis pela obra não pagassem o valor, eles seriam multados em R$ 15 mil.

Os construtores da obra conseguiram negociar o valor da propina, baixando para R$ 3 mil. Após a negociação, os construtores entraram em contato com a polícia, que armou o flagrante.

Por volta das 17h, no ato em que o fiscal iria receber o valor em dinheiro, a polícia abordou o fiscal. Segundo os policiais, o fiscal tentou fugir com o veículo oficial da Faema.

À reportagem, o fiscal afirmou que não cobrou propina, apenas estava notificando os responsáveis pela obra. Cléber Farias, um dos sócios da construtora, rechaçou a informação do fiscal. “Se a obra estivesse irregular, ele deveria chegar e multar. Esse é o serviço dele, não cobrar propina”.

O nome do fiscal não foi divulgado pois ainda não foi lavrado o flagrante.

Confira a entrevista em áudio

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo