Bancada feminina da Alesc denuncia deputado Roberto Salum à Comissão de Ética

Parlamentar disse à deputada blumenauense Ana Paula Lima que "não discute com mulher"

Bancada feminina da Alesc denuncia deputado Roberto Salum à Comissão de Ética

Parlamentar disse à deputada blumenauense Ana Paula Lima que "não discute com mulher"

Redação

A Bancada Feminina da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) protocolou, na manhã desta quinta-feira, 1º, representação contra o deputado Roberto Salum (PRB) na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. O motivo foi a maneira como ele se reportou à deputada blumenauense Ana Paula Lima (PT/SC) nas sessões dos dias 21 e 22 de fevereiro.

No dia 21, durante discurso na Assembleia, Salum disse a Ana Paula que “não debate com mulher” e que “gostaria de debater com o marido dela”, em uma alusão ao deputado federal Décio Lima (PT). Para as três deputadas que assinam a representação, a atitude é “machista, misógina e grosseira”. As parlamentares ainda mencionam outro discurso, no dia 22, e uma postagem no Facebook do deputado.

Eduardo Guedes/Alesc

Na terça-feira, dia 28, representantes de movimentos sociais foram ao plenário da Assembleia protestar contra Salum, levando cartazes e vaiando o pronunciamento dele no Legislativo.

Divulgação

Para a bancada feminina, “o deputado feriu a dignidade e a honra não só de uma parlamentar, mas de toda a coletividade das mulheres catarinenses”. As três deputadas pedem punição “com o intuito educativo e inibitório, sob pena de se aceitar tais práticas discriminatórias no interior do Parlamento. Em especial a retratação das ofensas proferidas, para que fatos como esses nunca mais voltem a acontecer na Alesc”.

A bancada feminina é formada pelas deputadas Ana Paula Lima (PT), Dirce Heiderscheidt (PMDB) e Luciane Carminatti (PT).

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo